Luanda, 30 ago (Lusa) - O líder da UNITA, Isaías Samakuva, apelou hoje em Luanda, numa curta declaração à imprensa, à votação de todos nas eleições gerais em Angola, apesar de considerar o processo eleitoral "completamente viciado".

No texto que leu na noite de hoje, o líder do partido do "Galo Negro" justificou o apelo ao voto com a promessa feita na véspera de se dirigir aos angolanos para os informar da decisão da UNITA acerca da sua participação no escrutínio.

"Apesar de o processo estar completamente viciado, hoje, numa reunião do Comité Permanente, decidimos que vamos todos ao voto. Com ordem, com serenidade e com tranquilidade. Vamos votar", afirmou. "Sempre defendemos a lei e é dentro deste quadro que faremos valer a nossa razão", acrescentou.