Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Estar atenta à vida do bairro

Mãos à Horta

  • 333

 

Estando profissionalmente dentro do tema, acabo por ter o acesso à informação mais facilitado do que o comum dos mortais. De qualquer forma, se há sempre mais candidatos do que hortas para entregar, é porque as pessoas têm conhecimento dos concursos camarários e avançam no processo. Por isso estranho sempre que vizinhos de bairro passam ao lado destas - e de outras - oportunidades.

Quando soube que ia abrir um novo parque hortícola, bem pertinho da minha casa, fui ao site da CML buscar o formulário (muito simplificado) e preenchi-o. Depois entreguei-o no Balcão Único, na zona do Parque das Nações, nos primeiros dias depois de as inscrições estarem abertas. Já sabia que o critério principal para a escolha dos hortelãos era a proximidade à horta, mas a ordem de candidatura também contava, em caso de empate.

É assim, de forma simples, que qualquer lisboeta se pode candidatar a cavar um pedaço de terra ao pé de casa. Só precisa de estar atento à vida no bairro! E posso assegurar que vão abrir novos concursos.

Eu agora já só posso esperar.