Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tubarões e Raias esperam medidas de protecção mais eficazes

WWF

  • 333

Um novo estudo da TRAFFIC avalia como os apertados controles de comércio podem garantir que sete espécies de tubarões e raias só são capturados de forma sustentável e legal antes de entrarem no comércio internacional.

WWF

 

O estudo, Into the Deep: Implementar medidas CITES para tubarões e raias comercialmente valiosos, foi encomendado pela Comissão Europeia e apresentada por escrito, no momento em que esses animais marinhos foram tema na Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas de Fauna e Flora Selvagens Flora (CITES), em março deste ano.

O tubarão de pontas brancas, tubarão de sardas, três espécies de tubarão martelo e duas raias, todos sujeitos a sobre pesca continuada, foram incluídos no anexo II que irá regular o comércio.

"Houve uma grande euforia quando estes tubarões e raias foram parar à lista pela CITES, mas apesar de ter sido um momento importante para o mundo da conservação, agora vem a tarefa de fazer estes anúncios funcionarem na prática pois o tempo está a esgotar-se para algumas destas espécies, ", disse Glenn Sant, responsável do Programa marinho da TRAFFIC.

"A lista CITES não tira a necessidade de gestão integrada das pescas, ela representa uma parte importante da gestão através controlar para impedir que o comércio internacional de produtos destas espécies seja proveniente de pesca insustentável ​​ou ilegal."