Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Corredor verde

Lazer

  • 333

O Corredor Verde de Monsanto, um projeto do arquiteto Gonçalo Ribeiro Telles concebido há mais de 30 anos, vai finalmente inaugurar a 14 deste mês

Com 2,5 quilómetros de comprimento e 51 hectares de área, tem duas pontes ciclopedonais, vários jardins, uma área de prado de sequeiro (mais sustentável do que o relvado, pois utiliza-se uma mistura de sementes que necessitam de menos água), dois hectares de seara, dois miradouros, um quiosque com esplanada e cinco parques (um juvenil, outro de skate, dois de manutenção física e um hortícola).

Os Parques Eduardo VII e do Calhau, em Monsanto, passam a estar ligados através de espaços verdes, o que vai permitir que tanto ciclistas como peões possam circular de forma contínua entre estes dois pontos da cidade.

 

PERCURSO

Parque Eduardo VII-Jardim Amália (ligação entre a R. Marquês da Fronteira e a R. da Mesquita através de ponte ciclopedonal) - Palácio da Justiça - Universidade Nova (novo miradouro) - Av. Calouste Gulbenkian (ponte ciclopedonal) - Jardim da Amnistia Internacional (ex-Jardins de Campolide) - Quinta José Pinto - Monsanto (Parque do Calhau)