Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

As amendoeiras já estão em flor. Vai um passeio?

Lazer

  • 333

No nordeste transmontano a primavera chega mais cedo. As festas da amendoeira em flor já animam Figueira de Castelo Rodrigo, Mogadouro, Vila Nova de Foz Coa, Vila Flor, Freixo de Espada à Cinta e Torre de Moncorvo

Passagem pela primeira garganta - Xiling Gorge.
1 / 11

Passagem pela primeira garganta - Xiling Gorge.

Por cima dos cumes das montanhas, por entre nuvens, a sugestão de um sol que espreita timidamente, de um dourado difuso, descorado.
2 / 11

Por cima dos cumes das montanhas, por entre nuvens, a sugestão de um sol que espreita timidamente, de um dourado difuso, descorado.

O estaleiro da Barragem das Três Gargantas, em construção.
3 / 11

O estaleiro da Barragem das Três Gargantas, em construção.

A Ribeira de Shennong, um afluente do Yangtzé, junto a Badong. Estas imagens estão perdidas para sempre com a entrada em funcionamento da Barragem das Três Gargantas.
4 / 11

A Ribeira de Shennong, um afluente do Yangtzé, junto a Badong. Estas imagens estão perdidas para sempre com a entrada em funcionamento da Barragem das Três Gargantas.

A Ribeira de Shennong.
5 / 11

A Ribeira de Shennong.

No país dos "Dongs" - Na província de Guangxi. Os arrozais. Paletas coloridas. Lugar de paz e silêncio.
6 / 11

No país dos "Dongs" - Na província de Guangxi. Os arrozais. Paletas coloridas. Lugar de paz e silêncio.

Chegyang - Uma das oito aldeias da minoria étnica Dong. A Ponte do Vento e da Chuva - Yongyi.
7 / 11

Chegyang - Uma das oito aldeias da minoria étnica Dong. A Ponte do Vento e da Chuva - Yongyi.

A 19 quilómetros de Sanjiang, na província de Guangxi. A imensa beleza dos arrozais e das aldeias muito pobres, de casa de telhado negro, onde o arroz é seco "de cabeça" para baixo nos telhados e varandas das casas. É um arroz peganhoso, de que fazem um vinho excelente!
8 / 11

A 19 quilómetros de Sanjiang, na província de Guangxi. A imensa beleza dos arrozais e das aldeias muito pobres, de casa de telhado negro, onde o arroz é seco "de cabeça" para baixo nos telhados e varandas das casas. É um arroz peganhoso, de que fazem um vinho excelente!

Perto da aldeia de Lóngshéng, à beira do rio Sang Hé. Aldeias pitorescas de telhados negros, colinas arborizadas de chá, terraços de cultivo de arroz, a que o tempo chuvoso emprestou um ar bucólico. Tudo muito tranquilo e silêncioso.
9 / 11

Perto da aldeia de Lóngshéng, à beira do rio Sang Hé. Aldeias pitorescas de telhados negros, colinas arborizadas de chá, terraços de cultivo de arroz, a que o tempo chuvoso emprestou um ar bucólico. Tudo muito tranquilo e silêncioso.

Aldeia à beira do rio.
10 / 11

Aldeia à beira do rio.

Figuras de pedra com oferendas.
11 / 11

Figuras de pedra com oferendas.

Em Figueira de Castelo Rodrigo e Mogadouro, em Vila Nova de Foz Côa e Vila Flor, em Freixo de Espada à Cinta e Torre de Moncorvo, já estão a decorrer as Festas da Amendoeira em Flor.

Os municípios desdobram-se em iniciativas exposições, mercados com sabores da terra, caminhadas, circuitos de BTT para celebrar a primavera que, na Terra Quente Transmontana, chega sempre antes do tempo, graças à existência de um microclima mediterrânico.

Por estes dias, já as flores das amendoeiras começam a pintar de branco e rosa a paisagem, num espetáculo que está "em cena" até pelo menos meados de março e que pode ser apreciado a partir das estradas e miradouros da região, como o do Penedo Durão (Freixo de Espada à Cinta) ou o do Alto da Sapinha (Castelo Rodrigo).

O carro permite sempre outra liberdade para descobrir as melhores vistas, mas a CP volta a organizar a Rota das Amendoeiras. Nos próximos sábados, 9 e 16 março, disponibiliza um comboio especial com partida de Campanhã e destino ao Pocinho ou Freixo de Numão, que articula com três circuitos rodoviários à escolha.

Os visitantes podem optar por três rotas diferentes, no Nordeste Transmontano e na Beira Interior. A rota "A" passa por Foz Coa, Castelo Rodrigo, Barca d'Alva, Penedo Durão e Freixo de Espada à Cinta; a "B" por Penedono, Trancoso, Marialva, Meda, Longroiva e Foz Coa e a "C" leva-os às melhores paisagens de Alfândega da Fé, Cerejais, Mogadouro e Torre de Moncorvo.

Os preços variam entre os 34 e os 36 euros, sendo de 19 euros para crianças entre os cinco e os 12 anos.