Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Voar a óleo de cozinha

Energia

  • 333

Bogdan Cristel/REUTERS

Estão em teste combustíveis cada vez mais ecológicos para mover os gigantes do ar

Um Airbus 319 descolou, recentemente, de Toronto, para aterrar na Cidade do México, recorrendo a uma mistura do combustível normalmente usado pelos aviões com o biocombustível obtido a partir da reciclagem de óleo alimentar.

Segundo a Air Canada, que efetuou aquele voo, este tipo de substância tem potencialidade para reduzir em mais de 40% as emissões de dióxido de carbono.

De julho de 2011 a janeiro deste ano, a companhia alemã Lufthansa testou, por seu lado, a utilização de bioquerosene conseguido a partir de matérias-primas oriundas de Moçambique, em 1 187 voos, entre Hamburgo e Frankfurt.

Apesar do êxito da iniciativa, as falhas nos fornecimentos certificados, em quantidade suficiente, ditaram o fim do projeto. Por agora.