Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

É tempo de espreitar as borboletas

Biodiversidade

  • 333

Em Lisboa e Cascais há dois borboletários onde pode aprender e apreciar o ciclo de vida de várias espécies de borboletas

Borboleta-malhadinha (Pararge aegeria).
1 / 6

Borboleta-malhadinha (Pararge aegeria).

Lagarta da borboleta-cauda-de-andorinha (Papilio machaon).
2 / 6

Lagarta da borboleta-cauda-de-andorinha (Papilio machaon).

Crisálida da borboleta-aurinia (Euphydryas aurinia).
3 / 6

Crisálida da borboleta-aurinia (Euphydryas aurinia).

Borboleta-cauda-de-andorinha (Papilio machaon)
4 / 6

Borboleta-cauda-de-andorinha (Papilio machaon)

BORBOLETÁRIO DO MUSEU DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA - R. da Escola Politécnica, 58, Lisboa; T. 21 392 1800; 21 mar-15 nov, seg-dom 10h-17h; €2 (entrada no jardim).
5 / 6

BORBOLETÁRIO DO MUSEU DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA - R. da Escola Politécnica, 58, Lisboa; T. 21 392 1800; 21 mar-15 nov, seg-dom 10h-17h; €2 (entrada no jardim).

BORBOLETÁRIO DE CASCAIS - Parque Urbano Quinta de Rana, R. Feliciano Moreira, Rebelva; Seg, qua, sex 9h30-17h, sáb 9h-13h; A partir 21 mar; Entrada livre; Visitas guiadas/ateliês pedagógicos €3,50.
6 / 6

BORBOLETÁRIO DE CASCAIS - Parque Urbano Quinta de Rana, R. Feliciano Moreira, Rebelva; Seg, qua, sex 9h30-17h, sáb 9h-13h; A partir 21 mar; Entrada livre; Visitas guiadas/ateliês pedagógicos €3,50.

A coincidir com o início da primavera, a borboleta da couve (odiada por quem tem hortas), a almirante vermelha, a malhadinha, a monarca (a estrela do Algarve e Sudoeste alentejano), a cauda de andorinha e a bela dama, entre outras, vão ocupar o borboletário do Museu de História Natural, em Lisboa. Nesta estufa, pode descobrir-se o ciclo de vida das borboletas, do ovo à lagarta, da crisálida à borboleta adulta.

Em Cascais, no Parque Urbano Quinta de Rana, também há um borboletário, uma casinha branca na qual os visitantes podem apreciar as diversas espécies de lepidópteros que ali voam livremente, visitar o laboratório e participar nas ações de libertação das espécies mais raras ou em risco que, depois de procriadas em laboratório, serão devolvidas ao seu habitat. Voa, voa.

 

  • BORBOLETÁRIO DO MUSEU DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA R. da Escola Politécnica, 58, Lisboa T. 21 392 1800 21 mar-15 nov, seg-dom 10h-17h €2 (entrada no jardim)  
  • BORBOLETÁRIO DE CASCAIS Parque Urbano Quinta de Rana, R. Feliciano Moreira, Rebelva Seg, qua, sex 9h30-17h, sáb 9h-13h. A partir 21 mar Entrada livre. Visitas guiadas/ateliês pedagógicos €3,50