"O leilão despertou grande interesse e comprovar que todos os participantes dispõem de fundos bancários exige tempo", explicou Vered, a artista e co-proprietária da galeria que tem o seu nome, adiantando que o leilão se vai manter até ao dia 15 de Agosto.

O quadro que, segundo Vered, teve ofertas que alcançaram um milhão de dólares, reproduz numa tela de 76 por 66 centímetros, um Michael Jackson sorridente envergando o emblemático traje vermelho que o popularizou com o álbum Thriller.

Trata-se de um retrato do rei do pop pintado pelo rei da arte pop, que em cinco anos duplicará o preço.

"É um grande investimento", assegurou Vered.

A galeria obteve a obra de um coleccionador privado, após a morte do cantor no passado dia 25 de Junho.

A venda do quadro, que estava prevista para o passado domingo, pode alcançar os dez milhões de dólares.