Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Luz a gosto na exposição "Terra Adentro – A Espanha de Joaquín Sorolla", em Lisboa

Ver

Rever as paisagens espanholas pela mão de um mestre pouco (re)conhecido em Portugal numa exposição dedicada ao pintor valenciano no Museu Nacional de Arte Antiga, em Lisboa

Depois desta passagem por Lisboa, Terra Adentro – A Espanha de Joaquín Sorolla segue para Londres, onde integrará uma antológica dedicada ao pintor, na National Gallery

Depois desta passagem por Lisboa, Terra Adentro – A Espanha de Joaquín Sorolla segue para Londres, onde integrará uma antológica dedicada ao pintor, na National Gallery

É a luz que marca as telas de Joaquín Sorolla (1863-1923), herança dos tempos em que o pintor valenciano andou por Paris e assumiu a influência do Impressionismo. Porém, a produção de Sorolla reinterpretou a corrente pictórica, preferindo uma pincelada mais livre e uma proximidade afetiva com as suas geografias natais. Na passagem do século XIX para o século XX, o artista contribuiu para um retrato de Espanha, então em busca de uma nova identidade, pintando as paisagens de Valência até ao País Basco e à Andaluzia.

No Museu Nacional de Arte Antiga estão patentes 119 obras suas, que nos mostram prados floridos, ribeiros, montanhas suaves, sem esquecer os quadros dedicados às praias de que o pintor tanto gostava e que retratou com mão feliz e brancos intensos. O elemento humano merece-lhe um olhar benigno, desde os pescadores robustos às burguesas bem-vestidas e às crianças despreocupadas. A par desta produção ligada à natureza, também se mostram paisagens urbanas, literárias e icónicas, como Granada, Toledo, Segóvia...

Terra Adentro - A Espanha de Joaquín Sorolla > Museu Nacional de Arte Antiga > R. das Janelas Verdes, Lisboa > T. 21 391 2800 > até 31 mar, ter-dom 10h-18h > €6