Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

No Lisb-On # Jardim Sonoro, dança-se pelo dia fora

Ver

A “festa mais cool da capital” está de regresso ao Parque Eduardo VII, para dois dias ao som de alguma da melhor música eletrónica da atualidade. O Lisb-On # Jardim Sonoro começa esta sexta, dia 31

O músico e produtor norueguês Todd Terje atua esta sexta, dia 31

O músico e produtor norueguês Todd Terje atua esta sexta, dia 31

As sementes foram lançadas em 2014 e, desde então, este Jardim Sonoro floresceu, tornando-se, a cada ano que passa, cada vez mais frondoso. Mais do que um mero festival de música, o Lisb-On assume-se como uma espécie de piquenique musical, embalado ao som de alguns dos maiores nomes, nacionais e internacionais, das áreas da música eletrónica e de dança – um conceito cada vez mais abrangente, como se pode confirmar, mais uma vez, pelo cartaz da edição deste ano. Volta a ter como cenário o Parque Eduardo VII, em pleno centro da capital, uma localização pouco usual para um festival em que até o horário é diferente do comum: tem início às duas da tarde e prolonga- -se até às 23h, o que faz com que a maior parte do tempo seja passada a dançar à luz do sol.

Ao todo, serão 29 os artistas a passar pelos dois palcos do Lisb-On, numa verdadeira maratona musical, com início marcado para as 14h de sexta, 31, ao som do DJ português John Player Special, num dia em que também atuarão o músico e produtor norueguês Todd Terje, a DJ suíça Sassy J, o DJ e produtor alemão Michael Mayer ou a DJ e produtora canadiana Jayda G. No sábado, 1 de setembro, o estatuto de cabeça de cartaz pertence por direito próprio ao regresso de St. Germain a Lisboa (em versão live band). Desde a viragem do século, com a edição, em 2000, do álbum Tourist, com mais de 4 milhões de cópias vendidas em todo o mundo, que o projeto liderado pelo músico francês Ludovic Navarre tem alargado o universo da música eletrónica a territórios mais mainstream, juntando-lhe uns pozinhos de jazz e de pop. Já o último dia, domingo, 2, fica marcado pela presença de alguns nomes lendários da música de dança mundial, como o são o italiano Daniele Baldelli, o inglês Mr. Scruff ou os norte-americanos Daniel Bell, Mr. Fingers (aka Larry Heard) e Kerri Chandler.

O Lisb-On volta a ser um festival cashless, ou seja sem dinheiro, sendo as transações efetuadas através da pulseira de acesso ao festival. Os valores que não sejam gastos no festival serão doados à Casa dos Animais de Lisboa.

Lisb-On # Jardim Sonoro > Parque Eduardo VII, Lisboa > 31 ago-2 set, sex-dom 14h > €25 a €60 (passe)