Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Ópera junta jovens reclusos a cantores e músicos profissionais na Gulbenkian

Ver

André Moreira

"Só Zerlina ou Così Fan Tutte?", do projeto Ópera na Prisão, junta em palco jovens reclusos e artistas profissionais e faz parte da programação do Jardim de Verão da Fundação Calouste Gulbenkian. Veja no vídeo os últimos ensaios e as experiências de quem participa na iniciativa, que sobe ao palco esta quinta, 12, e sexta-feira, 13

André Moreira

André Moreira

Jornalista Multimédia

Ópera na Prisão é um projeto PARTIS (Práticas Artísticas para a Inclusão Social), criado em 2014 pela SAMP (Sociedade Artística Musical de Pousos) com o objetivo de diminuir as hipóteses de reincidência criminal de jovens reclusos do Estabelecimento Prisional de Leiria. Só Zerlina ou Così Fan Tutte? faz parte do programa Jardim de Verão, da Fundação Calouste Gulbenkian, e junta ópera, rap e e teatro, feita por jovens reclusos em conjunto com músicos profissionais.

Três anos depois de ter sido trabalhado o libreto de Don Geovanni, que contou com interpretações surpreendentes, como disse à VISÃO Se7e Paulo Lameiro, diretor do projeto, regressa-se a uma ópera de Mozart. O espetáculo foi apresentado no Estabelecimento Prisional de Leiria e chega esta quinta, 12, e sexta, 13, à Fundação Calouste Gulbenkian inserida na programação do Jardim de Verão.

Ópera na Prisão (Jardim de Verão) > Fundação Calouste Gulbenkian > Av. de Berna, 45, Lisboa > T. 21 782 3000 > 12-13 jul, sex-sáb 20h45> €5