Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Festival Altitudes: O teatro sobe à serra de Montemuro

Ver

O Teatro do Montemuro convida, mais uma vez, outras companhias portuguesas para invadirem a aldeia de Campo Benfeito, em Castro Daire, numa semana de festa. O Festival Altitudes começa este sábado, 12, com Exploradores da Serra, um espetáculo ao ar livre

'Exploradores da Serra', do Teatro de Montemuro, é um espetáculo sobre um povo simples, que luta contra a desertificação e descobre no teatro motivos de comoção e de alegria

'Exploradores da Serra', do Teatro de Montemuro, é um espetáculo sobre um povo simples, que luta contra a desertificação e descobre no teatro motivos de comoção e de alegria

Divulgacao

Segundo a tradição, o início do Festival Altitudes faz-se sempre com uma produção da companhia anfitriã, o Teatro do Montemuro. Desta vez, o grupo apresenta, na sexta-feira, 12, um espetáculo ao ar livre, Exploradores da Serra, com dramaturgia e encenação de José Carretas, que trabalha a riqueza das gentes de Campo Benfeito, as suas histórias e as lendas que envolvem a lindíssima serra do Montemuro, a marcar a paisagem da aldeia. Uma narrativa de um povo simples, que luta contra a desertificação e descobre no teatro motivos de comoção e de alegria.

De regresso ao festival, estão uma série de companhias portuguesas. No domingo, 13, o Jangada Teatro, companhia sediada em Lousada, traz Frankenstein – Uma Comédia Manipulada, adaptação do clássico de Mary Shelley, com o humor e a música a darem a volta aos nossos mais secretos, obscuros e recônditos desejos. Na segunda-feira, 14, é a vez do portuense Teatro da Palmilha Dentada subir ao palco do Altitudes com Bácoro, um espetáculo iminentemente visual, com a candura e a crueldade dos contos infantis. No dia seguinte, de manhã, a associação cultural Fértil apresenta o espetáculo infantil Eu é que Conto, e, à noite, Graeme Pulleyn, cujo percurso se cruza com o do Teatro do Montemuro, volta a encarar o público de Campo Benfeito com Abílio, Guardador de Abelhas. De Vila Real chega, na quarta, 16, o Peripécia Teatro, com 13, uma abordagem divertida das aparições de Fátima, estreada no ano do seu centenário.

Até ao final do festival, no dia 19, ainda passam pela aldeia serrana o Karlik Danza Teatro, com Maria Zambrano, la palabra danzante, a ACTA – Companhia de Teatro do Algarve, com Um Espetáculo (Bela e Abel), e a Companhia Caótica, com Sopa Nuvem.

Festival Altitudes > Espaço Montemuro > Tv. Principal, 1, Campo Benfeito, Castro Daire > T. 254 689 352 > 12-19 ago > €5 a €25 (passe)