Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

O regresso dos símbolos de Sobral Centeno

Ver

Entre vivências de viagens e o universo neoexpressionista encontra-se a exposição Percursos Cruzados, de Sobral Centeno, com desenhos, fotografias e algumas pinturas inéditas. Para ver até 21 de maio, no Fórum da Maia e na Galeria da Torre, na Maia

Sem título, acrílico sobre tela, 1989

Sem título, acrílico sobre tela, 1989

Depois de alguns anos sem expor, o pintor Sobral Centeno regressa com uma nova mostra. Não com obras recentes, mas fazendo sair do ateliê alguns trabalhos inéditos, grande parte desenhos, que deram origem a pinturas. Dividida entre o Fórum da Maia e a Galeria da Torre, Percursos Cruzados reúne desenhos e pinturas desde os anos 70 até 2010, bem como fotografias realizadas na Guiné. “É um percurso, uma parte do meu trabalho, mas não é uma exposição antológica”, esclarece o artista plástico.

O caminho faz-se entre as muitas vivências de viagens, pela América do Sul, a Europa e África, aliadas ao universo neoexpressionista do qual Sobral Centeno sempre foi próximo. As telas povoadas de símbolos levam o visitante a conhecer os lugares onde o pintor habitou, deu aulas e trabalhou em determinados períodos, percorrendo cerca de cinco décadas. “É o trajeto de uma boa parte da minha vida”, observa Sobral Centeno.

Cruzes, algarismos, serpentes, máscaras, escadas e taças são elementos simbólicos sempre presentes nos desenhos e pinturas de Centeno. Neste território, que permite conhecer as várias fases de um trabalho, cabem séries como Cruzados, Berlim e Negra. Em Percursos Cruzados há ainda um filme realizado no ateliê do pintor e, até final de maio, será apresentado um livro de autor, com textos e imagens de diferentes séries de trabalhos, seguindo a dinâmica da exposição e numa abordagem artística do ateliê We are from Colönia, do Porto.

Percursos Cruzados > Fórum da Maia – Centra’arte > R. Eng. Duarte Pacheco, 131, Maia > T. 22 940 8643 > até 21 mai, ter-dom 9h-22h > Galeria da Torre > Paços do Concelho, Pç. Dr. Vieira de Carvalho, Maia > T. 22 940 8600 > até 21 mai, seg-sex 9h-17h30

Sem título, têmpera sobre papel, 1975

Sem título, têmpera sobre papel, 1975