Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Primavera Surf Fest: Surf, música e muita festa na Costa da Caparica

Ver

A Costa da Caparica recebe, a partir desta quinta, 6, e até dia 15, mais uma edição do Primavera Surf Fest, um festival que, para além de diversas provas e atividades desportivas, conta ainda com um vasto programa musical. Em sete factos, contamos o que há para ver e fazer na Praia do Paraíso

No sexta-feira, 7, os Paus vão estar no Caparica Primavera Surf Fest, na Praia do Paraíso

No sexta-feira, 7, os Paus vão estar no Caparica Primavera Surf Fest, na Praia do Paraíso

Marcos Borga

1. O melhor 
de dois mundos
Pelo terceiro ano consecutivo, a praia do Paraíso é o cenário escolhido para servir de palco ao Primavera Surf Fest, um “festival desportivo e musical”, como é apresentado, que pretende juntar o melhor de dois mundos, o surf e a música, numa imensa festa à beira-
-mar e aberta a todas as idades.

2. World Surf League e Longboard
Durante os dez dias, irão passar pela praia do Paraíso mais de mil atletas, entre os quais 350 estrangeiros, para participar em diversas competições e demonstrações de modalidades de ondas como surf, bodyboard, longboard, kitesurf, windsurf, skim, bodysurf, SUP ou Kayak. Entre as diversas provas a decorrer, destacam-se dois eventos mundiais, um circuito de qualificação mundial da World Surf League, que reunirá os melhores surfistas portugueses e alguns importantes nomes a nível internacional, e o Campeonato Europeu de Longboard, modalidade que, na Costa da Caparica, regressa ao convívio da elite do surf europeu, após longos anos de ausência.

3. Fora de competição
Mas como nem só de competição vive o festival, o público terá também a oportunidade de aprender e experimentar. O programa inclui ainda exibições com alguns dos melhores valores nacionais, workshops e a já tradicional “Battle SUP”, no último dia, 15.

4. Só para escolas
Ao longo dos dois primeiros dias, dezenas de crianças, vindas de 12 escolas de todo o País, terão também a oportunidade de surfar nas ondas da Caparica, em mais um Encontro Nacional de Desporto Escolar na modalidade de surf.

5. O cartaz
Depois dos dias de intensas surfadas, à noite, o areal transforma-se num imenso palco, por onde irão passar mais de duas dezenas de artistas, num cartaz bem representativo das mais variadas tendências da nova música portuguesa – e não só. Slow J, Diogo Piçarra, Keep Razors Sharp, Paus, Frankie Chavez, Tara Perdida, Allen Halloween, Virgul, Freddy Locks, Regula ou os cabo-verdianos Ferro Gaita e Djodje serão alguns dos nomes presentes. O bilhete diário para os concertos custa €10 e o passe 30 euros.

6. ‘Sunset parties’
De acesso gratuito são as sempre muito concorridas sunset parties, que este ano vão ter como animador o DJ e jornalista Rui Miguel Abreu. Terão lugar junto ao Red Dragon Beach Club, na vizinha praia do Dragão Vermelho, todos os dias, das 18 horas às 20 e 30.

7. Skate
A exemplo do ano passado, o skate também vai estar presente no Primavera Surf Fest, com mais uma edição da DC Street Sessions, que se realiza a partir desta sexta, 7, e até dia 15. Além da presença dos melhores skaters nacionais, será instalada no recinto uma quadra de street skate, aberta ao público, e realizados workshops diários de iniciação ao skate, que disponibilizarão skates e proteções a quem queira participar.