Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Um mês inteiro de cultura 'urbana' em Viseu

Ver

Música, cinema, arquitetura e artes plásticas são algumas das várias linguagens artísticas que, ao longo de todo o mês de abril, entram no espaço cultural Carmo’81, em Viseu, para a segunda edição do festival Cult.Urb que começa este sábado, dia 1

A dupla Memória de Peixe abre o festival Cult.Urb com um concerto no Carmo'81

A dupla Memória de Peixe abre o festival Cult.Urb com um concerto no Carmo'81

Nunca esta antiga oficina, onde, antigamente, se reparavam motores de rega e alfaias agrícolas, julgaria tornar-se num espaço cultural. Mas, desde que, em 2015, a Acrítica Cooperativa Cultural pegou neste antigo armazém situado na Rua do Carmo, 81, no centro histórico de Viseu, que aqui se têm cruzado várias linguagens artísticas. É o que acontecerá, a partir deste sábado, 1, e durante todo o mês de abril, durante a segunda edição do festival Cult.urb-Viseu Fest. “Ao longo de 30 dias, temos 25 a 30 situações diferentes em que proporcionamos a pequenos públicos, a descoberta de novas linguagens”, resume Carlos Salvador, um dos membros da cooperativa.

As cinco salas do Carmo’81 são “para pequenos públicos, não são para massas”, atenta Carlos Salvador. São, pois, concertos “mais intimistas” (limite máximo de 100 pessoas), os que se vão ouvir como o que abre o festival (1 abr, 22h) com a apresentação do disco de estreia da banda Galo Cant’às Duas e a atuação dos Memória de Peixe. Riding Pânico (21 abr), Mirror People (28 abr), PAUS (29 abr) e White Haus (30 abr) são outras bandas a fazer parte do programa.

Os portugueses PAUS são uma das bandas a atuar no festival

Os portugueses PAUS são uma das bandas a atuar no festival

Mas não é só de música que se faz o Cult.Urb. Este ano, há “uma grande aposta nas masterclasses” que ali levam, entre outros, o cinema de João Salaviza “e a relação dos seus filmes com a cidade” (13 abr), Pedro Gadanho, diretor do MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (15 abr) e o escritor Rui Zink (20 abr).

O Cult.Urb inclui ainda exposições de pintura e fotografia, “fruto de residências artísticas” como os retratos que juntam o ilustrador L. Filipe dos Santos ao fotógrafo John Gallo (8 abr-1 jul), e a pintura de Margarida Fleming (14-16 abr), e workshops de edições de autor para crianças e jovens (10-12 abr). E, como este espaço cultural é também a sede do movimento Shortcutz, em Viseu, o cinema (no dia 14 é exibido o filme Tóquio!) e as curtas-metragens fazem parte deste festival. Por este festival, apoiado pela autarquia através do programa para a cultura Viseu Terceiro, passam ainda dj sets: Quesadilla (8 abr), Rui Maia (28 abr) e João Vieira (30 abr), uma feira do livro usado (22 abr) e uma mostra de fanzines e edições de autor (8 abr).

As cinco salas do Carmo'81 são são “para pequenos públicos, não são para massas”

As cinco salas do Carmo'81 são são “para pequenos públicos, não são para massas”

Cult.Urb – Viseu Fest > 1-30 abr > Carmo ’81 > R. do Carmo, 81, Viseu > T. 232 094 366 > concertos €7 a €10 (passe geral €25), masterclasses (€2), workshops edições de autor €12