Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

'Couture Essentielle': Há 'griffe' em palco

Ver

Esta sexta-feira, 17, e sábado, 18, o Salão Árabe do Palácio da Bolsa, no Porto, recebe um desfile performativo do historiador e diretor do Museu da Moda de Paris, Olivier Saillard

Couture Essentielle é um desfile performativo criado por Olivier Saillard

Couture Essentielle é um desfile performativo criado por Olivier Saillard

Formado em História de Arte, Olivier Saillard fez o seu percurso à volta da moda, sendo considerado um dos curadores mais inovadores e, como historiador, autor de uma obra literária relevante. Em 2010, assumiu o cargo de diretor do Palais Galliera, o Museu da Moda de Paris, onde se destacou com exposições “fora da caixa”, retirando das vitrinas as roupas de diferentes épocas, outrora vistas como intocáveis. Paralelamente, criou uma série de performances, três delas (The Impossible Wardrobe, The Eternity Dress e Cloakroom) protagonizadas pela atriz britânica Tilda Swinton, que exploravam as fronteiras entre a moda, o teatro e a coreografia.

Foram precisamente estes os cruzamentos a captar a atenção de Tiago Guedes que, nos últimos anos, acompanhou o trabalho de Olivier Saillard. “Convidei-o a trazer Cloakroom, mas era muito complicado, é por isso que os seus projetos circulam pouco. Em alternativa, propôs-nos montar uma performance feita para o Porto, num sítio não convencional”, conta o diretor do Teatro Municipal do Porto. Dois anos depois, surge Couture Essentielle, um desfile performativo apresentado num lugar muito especial: o Salão Árabe do Palácio da Bolsa.

Tiago Guedes não consegue adiantar muito mais sobre a criação, ainda no segredo dos deuses. Sabe que, à semelhança de Models Never Talk (2015), contará com a presença de quatro ex-modelos da década de 80 do século XX (Christine Bergstrom, Axelle Doué, Claudia Huidobro, Anne Rohart), musas de designers de moda como Yves Saint Laurent e Jean Paul Gautier, e que deambulará pela história da moda: a oficial, mas também a íntima e a quotidiana. 
E sobretudo que funcionará como um “S.O.S.” ao mundo da moda, já de si de natureza efémera, mas entregue atualmente a um ritmo descontrolado de desfiles instantâneos e a uma dose excessiva de imagens.

Couture Essentielle > Palácio da Bolsa > R. Ferreira Borges, Porto > T. 22 339 2201 > 17-18 mar, sex 21h30, sáb 19h > €10 (os bilhetes devem ser comprados no Teatro Municipal Rivoli)