Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

'& Etc': Edições culturais do subterrâneo em exposição

Ver

  • 333

O espólio do histórico suplemento cultural do Jornal do Fundão e posterior magazine pode ser visto na Biblioteca Nacional, em Lisboa, até final de maio

“Magazine das Artes, das Letras e do Espetáculo publicado pelo Jornal do Fundão em copyright exclusivo. Colaboração de Hernani Cidade, José Palla e Carmo, João Medina, João Bustorff, Raúl Rego, Vítor Silva Tavares e Júlio Vaz Guedes. Arranjo gráfico do arq. Nuno Bustorff.” Desta nota de capa, em jeito de ficha técnica, salta o nome de Vítor Silva Tavares e ali se percebe a origem do nome da editora de culto de que foi fundador, a & Etc.. E salta também o uso do anglicismo copyright, uma vez que a & Etc. foi um suplemento literário de um jornal do interior do País em pleno regime ditatorial, entre 1967 e 1971, que veio mais tarde a autonomizar-se enquanto magazine, entre 1973 e 1974.

É o caráter libertário, contracultural e de alguma vanguarda das páginas desta publicação que a Biblioteca Nacional homenageia com a exposição & Etc.: Prolegómenos a uma Editora, 50 anos depois da impressão do número um. “A substância da exposição é a totalidade dos exemplares das duas fases da publicação”, diz o comissário Paulo da Costa Domingos. “Estão também expostos objetos como uns livrinhos com textos escritos pelo Vítor Silva Tavares, a régua tipográfica que usava ou o primeiro passaporte que lhe foi concedido, em 1968, para poder ir a Paris.” Podem, ainda, ver-se os destaques dados à pré-
publicação de O Delfim, de José Cardoso Pires, ou Apresentação do Rosto, de Herberto Helder, por altura do Maio de 68. Do catálogo da exposição, editado pela Letra Livre, fazem parte textos de Alberto Pimenta, João E. Cutileiro e Jorge Silva Melo.

& Etc.: Prolegómenos a uma Editora > Biblioteca Nacional de Portugal > Campo Grande, 83, Lisboa > T. 21 798 2168 > até 31 mai, seg-sex 9h30-19h30, sáb 9h30-17h30