Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

A exposição de Add Fuel é uma ilusão de ótica

Ver

  • 333

Para a sua primeira exposição individual na Galeria Underdogs, Something Old, Something New, Something Borrowed, Add Fuel leva memórias e nostalgias, e provoca-nos com a sua ironia

Na Underdogs, estão os azulejos de Add Fuel, onde moram criaturas fantásticas do imaginário do artista, a exigir olhar atento

Na Underdogs, estão os azulejos de Add Fuel, onde moram criaturas fantásticas do imaginário do artista, a exigir olhar atento

Acrescente-se, para início de conversa, o que falta à frase Something Old, Something New, Something Borrowed que dá título a esta exposição. Se no dia do casamento a noiva deve usar uma coisa velha, uma coisa nova, uma coisa emprestada, a tradição manda levar também uma coisa azul – e que é afinal a cor da maioria das 25 peças que Diogo Machado, conhecido por Add Fuel, leva à Underdogs, nesta que é a sua primeira exposição individual na galeria. “O título é um trocadilho, que tem a ver com o ‘casamento’ que faço da azulejaria antiga com um trabalho mais atual e contemporâneo”, explica.

Aqui estão os azulejos, onde moram criaturas fantásticas do imaginário do artista, a exigir olhar atento. Desta vez, no entanto, Diogo trocou o spray e o stencil, que usa habitualmente na rua, pelo pigmento em pó vidrado e pelo desenho livre, à mão. “O que vai ser surpreendente, para quem conhece o meu trabalho”, diz, “é não só o tipo de técnica apresentada, mas também a variedade de trabalhos a utilizar outros suportes”. Como as peças em ponto cruz, inspiradas nas naturezas mortas, que usa para criticar o mundo virtual das redes sociais. Ou ainda os quadros forrados com renda, onde dá asas a ideias e pensamentos. Coisas antigas, formas de representação emprestadas que Add Fuel vai buscar e depois reinventa. O que parece ser, é, afinal, outra coisa.

Para dar ritmo à exposição, Diogo Machado apostou em escalas e dimensões dispersas. Uma instalação, no meio da sala, cria o ambiente intimista, familiar, para acolher um trabalho que diz ser “muito pessoal”, feito de recordações e memórias íntimas, de nostalgias e provocações irónicas, desse universo da animação e dos videojogos mas também de formas de representação clássica, a pedir, como já se disse, leitura minuciosa.

Foi no seu estúdio em Cascais, que Diogo Machado criou todos os trabalhos que estão em exposição na Galeria Underdogs

Foi no seu estúdio em Cascais, que Diogo Machado criou todos os trabalhos que estão em exposição na Galeria Underdogs

Something Old, Something New, Something Borrowed > Galeria Underdogs > R. Fernando Palha, Armazém 56, Lisboa > T. 21 868 0462 > 3 fev-4 mar, ter-sáb 14h-20h > grátis