Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Um ano 'very british' na Casa da Música

Ver

A abertura oficial do Ano Britânico, na Casa da Música, no Porto, começa esta sexta-feira, 20, e dura quatro dias, percorrendo várias épocas da história da música 
em Terras de Sua Majestade

O britânico Harrison Birtwistle será o Compositor em Residência 2017 na Casa da Música

O britânico Harrison Birtwistle será o Compositor em Residência 2017 na Casa da Música

Hanya Chala/arenaimages.com

O novo ano tem sotaque inglês na Casa da Música. Depois da Rússia, o país tema será o Reino Unido e o seu património musical “de primeira grandeza”, segundo o diretor artístico, António Jorge Pacheco, de maneira a conduzindo-nos “numa viagem pela história da música britânica”.

A abrir o primeiro fim de semana britânico, nesta sexta, 20, um showcase de quatro compositores que se têm revelado na última década – Emily Howard, Philip Venables, Edmund Finnis e Daniel Kidane – apresentado por Cathy Graham, diretora de música do British Council, em Londres. Mais tarde, a Orquestra Sinfónica junta-
-se ao Coro para apresentar três dos maiores momentos da composição britânica: o conjunto de peças instrumentais Lachrimae, de John Dowland (uma das grandes referências para Sir Harrison Birtwistle, o Compositor em Residência 2017), Earth Dances, dedicada a Pierre Boulez, e a suíte Os Planetas, de Holst. Com o Remix Ensemble, no sábado, 21, estreiam-se três obras em Portugal, de Rebecca Saunders, Julian Anderson e de Harrison Birtwistle, conduzidas por dois maestros, Peter Rundel e Pedro Neves, com, a soprano inglesa Juliet Fraser. Entre o repertório que o Coro Casa da Música interpretará, no domingo, 22, está uma versão coral de Paul Hiller de excertos de Lachrimae, de John Dowland, e a estreia de Three Motets, de Birtwistle.

Os luthiers António (na foto) e Joaquim Capela mostram, durante os próximos dias, como se constroem instrumentos de corda

Os luthiers António (na foto) e Joaquim Capela mostram, durante os próximos dias, como se constroem instrumentos de corda

alexandre_delmar

Até domingo, 22, a Casa da Música está aberta gratuitamente ao público, oferecendo visitas guiadas, viagem aos bastidores, workshops de percussão corporal, uma oficina de construção de instrumentos de corda (a cargo dos luthiers António e Joaquim Capela), e uma conferência sobre O impacto do Brexit na vida musical britânica.

God Save The Queen > Casa da Música > Av. da Boavista, 604, Porto > T. 22 012 0220 > Sagração Britânica > Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música e Coro > 20 jan, sex 21h > €16 e €18 > Inglaterra Hoje > Remix Ensemble > 21 jan, sáb 18h > €13 e €15 > A Vida das Palavras > Coro > 22 jan, dom 18h > €12 e €14 >