Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

'Aquablues': A beleza numa gota de água

Ver

  • 333

Na exposição de fotografia Aquablues, de Evelyn Kahn, a água é o fio condutor. Para ver até 5 de novembro, em A Pequena Galeria, em Lisboa

Uma das imagens que pode ser vista na exposição Aquablues, de Evelyn Kahn
1 / 5

Uma das imagens que pode ser vista na exposição Aquablues, de Evelyn Kahn

A água é um dos elementos comuns da exposição que pode ser visitada até 5 de novembro, n'A Pequena Galeria, em Lisboa
2 / 5

A água é um dos elementos comuns da exposição que pode ser visitada até 5 de novembro, n'A Pequena Galeria, em Lisboa

A exposição é composta por 18 imagens captadas em Lisboa e nas viagens que a fotógrafa fez à Austrália, Hamburgo, Buenos Aires, Noruega, Colombo e Zagreb
3 / 5

A exposição é composta por 18 imagens captadas em Lisboa e nas viagens que a fotógrafa fez à Austrália, Hamburgo, Buenos Aires, Noruega, Colombo e Zagreb

A inspiração de Evelyn Kahn surge nos momentos e lugares mais inesperados. Tanto pode ser em Lisboa, ao atravessar uma rua, como na outra ponta do mundo. Tanto pode ser uma superfície industrial ou natural
4 / 5

A inspiração de Evelyn Kahn surge nos momentos e lugares mais inesperados. Tanto pode ser em Lisboa, ao atravessar uma rua, como na outra ponta do mundo. Tanto pode ser uma superfície industrial ou natural

Evelyn Kahn
5 / 5

Evelyn Kahn

Entre as 18 imagens da exposição Aquablues, da autoria de Evelyn Kahn, que vai estar patente até 5 de novembro, n’A Pequena Galeria, em Lisboa, apenas quatro foram captadas em Lisboa. As restantes fotografias foram tiradas durante as férias que a fotógrafa fez na Austrália, Buenos Aires, Noruega, Colombo e Zagreb.

“A inspiração surge nos momentos e lugares mais inesperados. Tanto pode ser em Lisboa ao atravessar uma rua, como na outra ponta do mundo. Tanto pode ser uma superfície industrial ou natural. Sigo muito o meu instinto. Texturas, matérias, contrastes, cores inesperadas... tudo pode ser um motivo para fotografar. Ao ver algo de que gosto, sinto uma necessidade urgente de registar essa imagem, dando-lhe um significado, para além do seu contexto original. Acredito que a beleza pode ser encontrada em qualquer lugar”, explica a Evelyn Kahn.

Por isso, no caso concreto da água, que inspirou esta Aquablues, diz: "Fascina-me, dá-me paz e é um enorme estímulo visual. O seu lado misterioso, a beleza dos reflexos, a tranquilidade, a luz, o infinito presente, seja qual a sua forma, quase tudo é fonte de inspiração...". Foi aos oito anos que o pai lhe ofereceu a sua primeira máquina fotográfica. “Desde então tornou-se quase uma extensão do meu corpo e foi uma descoberta que logo se tornou uma paixão. A fotografia faz-me sentir feliz, ilumina-me e enfeita-me a vida, estimula-me e faz-me viajar e descobrir com olhos mais atentos o nosso mundo", conta Evelyn Kahn.

Aquablues > A Pequena Galeria > Av. 24 de Julho, 4 C, Lisboa > T. 21 395 0356 > até 5 nov, qua-sex 18h-20h, sáb 16h-20h (fora deste horário por marcação)