Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Ney Matogrosso continua igual a si próprio

Ver

  • 333

O cantor brasileiro Ney Matogrosso regressa a Portugal com o espetáculo Atento aos Sinais, com o qual comemora 40 anos de carreira. Este domingo, 2, no Porto, terça e quarta, 4 e 5, em Cascais

Esta digressão de Ney Matogrosso inclui um repertório que vai desde as suas canções mais emblemáticas a temas de compositores da nova geração

Esta digressão de Ney Matogrosso inclui um repertório que vai desde as suas canções mais emblemáticas a temas de compositores da nova geração

Apesar das visitas regulares, cada concerto de Ney Matogrosso em Portugal é sempre um acontecimento. Não só pela sua imensa e fiel legião de fãs, mas especialmente porque, mais de 40 anos depois de se ter dado a conhecer no grupo Secos e Molhados, o cantor de Mato Grosso continua igual a si próprio, que é o mesmo que dizer inquieto, versátil e ousado. E esse é o maior elogio que pode fazer-se a um artista livre da prisão do tempo e do espaço.

Como tem provado com este espetáculo, aclamado no Brasil e que agora está em Portugal, onde se tem apresentado com a mesma exuberância de sempre – seja na voz ou nos ousados figurinos. Baseada no último trabalho Atento aos Sinais, lançado em 2013, esta digressão serve ainda para celebrar os 40 anos de carreira e por isso o repertório inclui também algumas das suas canções mais emblemáticas, bem como temas de autores consagrados como Caetano Veloso ou Paulinho da Viola e de compositores da nova geração como Criolo ou Dani Black. Como explicou recentemente o próprio, “trata-se de um show próximo dos tempos de Secos & Molhados, mas é sobretudo um concerto pop”.

Casino Estoril > Av. Dr. Stlanley Ho, Estoril, Cascais > T. 21 466 7700 > 4-5 out, ter-qua 21h30 > €50 a €150

Coliseu do Porto > R. de Passos Manuel 137, Porto > T. 22 339 49 40 > 2 out, dom 21h30 > €20 a €55