Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Sol da Caparica: A música volta a dar à costa

Ver

De 11 a 14 de agosto, o Festival Sol da Caparica anima as praias da margem sul do Tejo, com um vasto programa que, além dos habituais concertos, inclui mostra de cinema de animação, arte urbana, desportos radicais e um dia dedicado às crianças

David Fonseca atua no Festival Sol da Caparica esta quinta-feira, 11 de agosto

David Fonseca atua no Festival Sol da Caparica esta quinta-feira, 11 de agosto

Luís Barra

1. Som da lusofonia Desde a primeira edição, em 2014, que o festival tem na língua portuguesa o ponto de partida para uma viagem musical pela lusofonia, com passagens obrigatórias por Portugal, África e Brasil. Este ano, haverá mais de 30 espetáculos distribuídos por dois palcos, por onde irão passar artistas tão diversos como Orelha Negra, O Rappa, David Fonseca, Deolinda ou Mão Morta, na quinta, 11; The Gift, Aurea, Jorge Palma & Sérgio Godinho, Cristina Branco & Mário Laginha Trio ou Mundo Segundo & Sam the Kid, na sexta, 12; Rui Veloso, Os Azeitonas, Nelson Freitas, Ana Moura ou Capitão Fausto, no sábado, 13.

2. Muita animação A MONSTRA – Festival de Animação de Lisboa volta a ser parceira do Sol da Caparica, com a exibição de mais de 200 filmes de animação. A parceria estende-se às animações das atuações dos 33 artistas e à Monstrinha no dia dedicado às crianças.


3. Cultura urbana Haverá um vasto programa dedicado à cultura urbana: mostras e workshops de graffiti digital e vários trabalhos espalhados pelo recinto, um espaço dedicado ao surf e aos desportos de ondas, e uma pista de skate que terá competições durante o festival.


4. Pausa para descanso Uma das novidades deste ano é a criação de duas enormes áreas lounge, com dois mil lugares, para convívio e descanso, com um serviço de massagens gratuito. Porque ir a um festival também cansa.

5. Conversas à portuguesa Depois de, no ano passado, ter patrocinado a edição do livro Debaixo da Língua, com entrevistas do jornalista Rui Miguel Abreu sobre a língua portuguesa, o festival edita um segundo volume com novas conversas. Entre os artistas, estão Márcia, Ana Moura, Carlos Tê, Boss AC, Adolfo Luxúria Canibal, Valete, Rui Reininho ou David Fonseca.


6. Dia das crianças O último dia do Sol da Caparica, domingo, 14, será dedicado às crianças. Uma aldeia da Disney, parque de insufláveis ou um palco de dança são algumas das diversões, além de um espetáculo criado para o festival: Canções de Roda, Lengalengas e Outras Que Tais reúne em palco Ana Bacalhau, Samuel Úria, Sérgio Godinho e Vitorino, à volta de canções tradicionais portuguesas.

7. Informações úteis Existem vários parques de estacionamento à volta do recinto, mas o melhor será usar os autocarros especiais da TST, para o Fogueteiro e Praça de Espanha, entre a 1h e as 3h15. Os preços dos bilhetes para o festival variam entre €2 (dia infantil, para os maiores de seis anos), €15 (diário) e €35 (passe de três dias).