Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Um bombom para os Clérigos

Visão Se7e

  • 333

Filipe Paiva

A confeitaria Arcádia criou um bombom para celebrar os 250 anos da Torre dos Clérigos, no Porto

Cada uma à sua maneira (uma para a vista, outra para o paladar), são ambas doces símbolos da cidade do Porto. Para assinalar os seus 250 anos, a Torre dos Clérigos desafiou a vizinha Arcádia a lançar um bombom comemorativo.

E ele aí está, o Clerigus, resultado de uma parceria com o chefe Hélio Loureiro. Chocolate de leite por fora, um pouco de história no interior, ganache de chocolate com canela e gengibre.

"Há muitos anos, ainda não havia faróis e os barcos que vinham para o Porto do Oriente, carregados de especiarias, tinham, na torre, um marco", diz Margarida Bastos, a neta do fundador da Arcádia, justificando a escolha dos ingredientes.

As caixas em que se apresentam estes Clerigus foram desenhadas por Cláudia Salgueiro, a estudante das Belas Artes do Porto que venceu o concurso para a sua conceção.

Têm, também, o excerto de um texto do jornalista e historiador Germano Silva sobre o Porto e estarão à venda nas lojas da Arcádia em todo o País ou na própria Torre dos Clérigos.



CLERIGUS

Caixas de 2, 8 ou 32 bombons, de €1,90, €6 e €24 respetivamente

À venda na Torre dos Clérigos, no Porto, e em todo o País nas lojas da Arcádia