Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

25 séries de televisão para não sair do sofá

TV

Sónia Calheiros

Estão no ar as mais recentes temporadas das séries de culto. E também há reposições para reavivar emoções e estreias inovadoras. Guia com as 25 séries de televisão que vale mesmo a pena ver – num qualquer ecrã, com ou sem hora marcada

1. Black Mirror

A zona de fronteira entre realidade e ficção e os efeitos da tecnologia estão impressos de forma marcante nos seis novos episódios de Black Mirror, já na quarta temporada. Podemos idolatrá-la, demonizá-la ou nem perder tempo a pensar nisso, mas ser cidadão digital e estar imerso num ambiente tecnológico interligado 
– e hiperligado – tem consequências imprevisíveis. Este é o pano de fundo da premiada série britânica, criada por Charlie Brooker, no final de 2011, com a intenção de abordar o lado obscuro da sociedade digital do século XXI. C.S. Netflix > Disponível quatro temporadas, 19 episódios

2. Segurança Nacional

A sétima temporada começou mais politizada do que nunca, ou não fosse a administração Trump a melhor fonte de inspiração para os autores, Alex Gansa e Howard Gordon. 
Lá atrás ficou a história de amor de Carrie Mathison com Nicholas Brody, o sargento e prisioneiro de guerra em território da Al-Qaeda (temporada 2, 
a passar na RTP1), e, apesar do drama da morte de Peter Quinn, o que conta agora é o clima de conspiração, chantagem e vingança vivido dentro, e fora, da Casa Branca. Semelhanças com a realidade americana? Muitas. FOX > sex 23h05 > RTP1 > qua 24h

3. La Casa de Papel

Viciante, no mínimo. Os serões desta última semana foram curtos para acompanhar o ritmo alucinante do mais recente sucesso da Netflix, que já é um verdadeiro fenómeno mundial e não é falado em inglês. Só a vestimenta dos assaltantes − macacões vermelhos e máscaras do pintor Salvador Dalí − foi dos disfarces mais usados no último Carnaval do Brasil. La Casa de Papel é uma produção espanhola, original do canal Antena 3 que já emitiu as duas temporadas no ano passado, comprada depois pela Netflix. A premissa da série já não é nova, basta lembrar-nos dos filmes Rutura Explosiva (1991), com Patrick Swayze e Keanu Reeves de máscaras dos presidentes americanos, ou Infiltrado (2006), de Spike Lee, com Clive Owen e Denzel Washington. Mas esta versão de ladrões e reféns barricados no lugar do assalto, neste caso a Casa da Moeda de Espanha, agarra-nos desde o primeiro minuto. É fácil querer aprender mais sobre assaltos com o Professor, o cérebro do golpe perfeito e discutir os métodos da negociadora Raquel Murillo. De entre os oito ladrões, escolhidos a dedo pelo Professor, toda a gente tem o seu preferido – Nairobi ganha aos pontos a Tokyo (sim, os assaltantes têm nomes de cidades). Até a banda sonora é cativante, e a canção popular italiana Bella Ciao que não nos sai da cabeça. Netflix > Disponíveis 13 episódios 
> T2 estreia 6 abr

4. ANATOMIA DE GREY

Há quem diga que esta série já passou do prazo de validade, mas a verdade é que, à 14ª temporada (transmitida agora pela FOX Life), ainda há muitos fãs que teimam em seguir os dramas vividos pelos cirurgiões do Grey Sloan Memorial Hospital. Desde 2005, ano de estreia de Anatomia de Grey, muita coisa mudou. Já houve dezenas de mortes, algumas personagens afastadas para outras cidades, romances que começaram e acabaram. A essência, essa, mantém-se. Meredith Grey, a médica em torno da qual gravita a trama, cresceu, foi mãe, enviuvou, ganhou o maior prémio que um médico pode almejar e, por isso, Shonda Rhimes, a autora, ainda consegue surpreender com novas histórias de vida e morte. Quem tiver ficado para trás e quiser agora apanhar o comboio, diga-se que a RTP1 está a passar episódios mais antigos (temporada 13). Seja qual for a temporada, é para ver de lencinho na mão. L.O. FOX Life > qua 22h20 > RTP1 > ter 23h30

5. O ASSASSINATO DE GIANNI VERSACE: AMERICAN CRIME STORY

Uma celebridade e um assassínio são sempre meio caminho andado para se transformar num acontecimento mediático. Depois de ter explorado o caso de O.J. Simpson em tribunal, Ryan Murphy (autor também de outra saga, American Horror Story) esmiúça agora a vida e a morte do estilista italiano Gianni Versace, morto à porta de sua casa em Miami, em 1997. Entre as polémicas autorizações que a família 
de Versace parece não ter dado 
− inclusive ao livro, Vulgar Favors: Andrew Cunanan, Gianni Versace, and the Largest Failed Manhunt in U.S. History, de Maureen Orth, que serve de base à história −, apenas a interpretação de Penélope Cruz no papel de Donatella Versace é consensual. Até para a própria irmã 
e diretora criativa da marca. FOX Life > qui 23h10

Divulgacao

6. X-Files

Há 25 anos começava uma série que, rapidamente, se transformaria num culto mundial. À 11ª temporada, e já sem o élan de 1993, os personagens Fox Mulder (David Duchovny) e Dana Scully (Gillian Anderson) mantêm-
-se mais velhos e com as mesmas convicções. Nestes novos episódios − depois de Mulder curar-se do vírus alien que esteve prestes a matá-lo e de saber porque está agora Scully em perigo num hospital − o filho da dupla de agentes do FBI, William, ganha protagonismo com os seus poderes sobrenaturais. FOX > sex 22h15

7. THIS IS US

É delicioso ver como a normalidade da vida, as rotinas do dia a dia de várias pessoas tão diferentes, os seus sentimentos mais fortes e até as piadas mais secas, tudo isto junto resulta numa série que já é um culto. O andar para trás e para a frente na linha temporal da vida do clã Pearson faz com que, nem sempre, o mais óbvio seja o que vai acontecer. A cada episódio são acrescentados pormenores da personalidade e da história de cada uma das personagens, que só nos surpreendem. O mundo demorou uma temporada e meia (os primeiros episódios estão a dar na RTP1) para descobrir como Jack tinha morrido mas, certamente, outras situações de levar às lágrimas continuarão a acontecer. Porque a vida é mesmo assim. FOX Life > qui 22h20 > RTP1 > ter 23h

8. Altered Carbon

Esta é uma daquelas séries que guardaram o melhor para os trailers de apresentação. Com um ambiente meio cyberpunk − a lembrar o filme Blade Runner −, a tecnologia está mais uma vez no centro das atenções, com a imortalidade à distância de um simples download. Com um chip inserido no corpo humano, qualquer pessoa pode escolher ser quem quiser, com novas memórias, personalidade e consciência humana. Para os admiradores de Westworld, ou até mesmo de A Guerra dos Tronos, Altered Carbon poderá ficar um pouco aquém das expectativas. Netflix > Disponíveis 10 episódios

9. STATION 19

Shonda Rhimes, a “mãe” de Anatomia de Grey, já uma vez pegou numa das suas personagens, Addison Montgomery (Kate Walsh), e deu-lhe uma vida independente em Clínica Privada. Agora, neste novo spin-off da sua mais célebre produção, Shonda Rhimes escolheu Ben Warren (Jason George), marido de Bailey (Chandra Wilson), para criar uma trama num quartel de bombeiros, também em Seattle. Em Station 19, com uma dezena de episódios, Ben é outra vez o novato que trocou o bisturi por uma nova missão. A sua maior dificuldade é perceber que as emergências em campo são diferentes das vividas no Grey Sloan Memorial Hospital. FOX Life > Estreia 29 mar, qui 22h20

10. GENIUS

“Na segunda temporada da série de antologias biográficas, Antonio Banderas desaparece no papel de um dos maiores pintores de todos os tempos”, escreve a revista Vanity Fair.
Depois de Geoffrey Rush ter brilhado, na primeira temporada, como Albert Einstein, agora é a vez de o ator espanhol, nascido em Málaga, ser Pablo Picasso nos novos dez episódios de Genius. “A escolha natural” para Ron Howard, produtor-
-executivo. “O único caminho para ser um verdadeiro artista é trabalhar dia e noite”, já dizia o irreverente autor de Guernica. E Banderas parece ter-lhe seguido o génio. National Geographic > Estreia 26 abr

11. HERE AND NOW

Os desempenhos dos veteranos Tim Robbins e Holly Hunter brilham nesta que é a terceira série de Alan Ball, o homem de Beleza Americana, filme com o qual venceu o Oscar de Melhor Argumento, e das séries de culto Sete Palmos de Terra (2001) e Sangue Fresco (2008), com inúmeros Globos de Ouro no palmarés. Em Here and Now, Alan Ball faz a sua reflexão sobre a família – uma, americana progressiva e multirracial; outra, muçulmana contemporânea −, tentando mostrar que tudo não passa de uma experiência. Só o elemento sobrenatural, bastante ténue, que não ofusca o argumento, desvia as atenções. TVSéries > seg 22h45

Bob D'Amico

12. Como Defender 
Um Assassino

A cada regresso da série, a trama parece envolta ainda em mais mistério, com muitas perguntas sem resposta. Nesta quarta temporada, talvez por ter coincidido com a altura em que Viola Davis recebeu o Oscar de Melhor Atriz Secundária (pelo desempenho em Vedações, ao lado de Denzel Washington), a protagonista perde um pouco o holofote sobre si. O foco é o assassínio de Wes, do qual sabemos que o pai de Laurel está por trás. A professora de direito penal Annalise Keating passa uma carta de recomendação a cada um dos seus alunos, mas parece que os vários crimes em que estão envolvidos os unirá para sempre. Valores, convicções e justiça são questões sempre presentes nos pratos da balança. AXN > ter 24h

CRAIG BLANKENHORN

13. DIVORCE

Um divórcio nunca é uma coisa fácil, mas Frances (Sarah Jessica Parker) e Robert (Thomas Haden Church) conseguem dar um especial toque de humor à separação, que só agora, na segunda temporada, se concretizou. É tempo de refazerem as suas vidas − ele sem o seu bigode farfalhudo e com vontade de voltar ao ativo (leia-se engate), ela a descobrir as maravilhas do Tinder e a dificuldade que é pregar um prego na parede. Seja em Divorce ou em O Sexo e a Cidade, para o bem e para o mal, Sarah Jessica Parker é sempre igual a si própria. A diferença é que Frances tem menos roupa de marca do que Carrie Bradshaw. TVSéries > qui 22h30

14. WESTWORLD

À falta da nossa querida Feira Popular, em Lisboa, a HBO está a preparar uma experiência imersiva para os milhões de fãs em todo o mundo que seguem a série sobre um parque temático com robôs, verdadeiros anfitriões dispostos a proporcionar aos visitantes as emoções com que estes sempre sonharam. Em Austin, no Texas, de 9 a 11 de março, vai ser possível visitar a recriação de Westworld, onde não falta a cidade de Sweetwater, o bar de Maeve ou a sala da Delos. Uma boa preparação enquanto esperam pelos novos dez episódios da segunda temporada. Será que vai haver um segundo parque temático, o Shogun World, agora que apareceram os androides vestidos de samurai? Os limites da Inteligência Artificial são mais uma vez postos em causa nesta adaptação do filme de 1973, baseado na obra de Michael Crichton, com produção executiva de J.J. Abrams, Jonathan Nolan e Lisa Joy, e as interpretações de Ed Harris e Anthony Hopkins. TVSéries > Estreia mundial na madrugada de 22 abr > exibição seg 22h45

15. MOSAIC

Antes de transformar Mosaic numa minissérie, o realizador Steven Soderbergh engendrou uma aplicação em que cada espectador encontra a resposta para o misterioso assassínio de Olivia Lake, uma escritora e bem-sucedida ilustradora de histórias infantis, interpretada pela sensual Sharon Stone. A minissérie escrita por Ed Solomon (Men in Black, Mestres da Ilusão) faz-se com o excedente das imagens gravadas para a app. Na televisão não será possível, mas na app, por enquanto só disponível nos Estados Unidos da América, a história muda consoante a perspectiva que o espectador escolha. TVSéries > ter 22h30

16. THE WALKING DEAD

Mais de cem episódios depois, a legião de fãs em todo o mundo continua fiel ao drama apocalíptico mais “zombástico” de sempre. Numa oitava temporada que prometia ser mais acelerada, com mais ação e mais mortes, o clima de guerra entre Rick (Andrew Lincoln) e Negan (Jeffrey Dean Morgan) não parece ter fim. São várias as reviravoltas, mantendo-se o braço de ferro entre os sobreviventes liderados por Rick Grimes e os Saviors de Negan. Continuará o vilão, com a sua Lucille, o taco de basebol com arame farpado, a fazer vítimas nos episódios que restam? FOX > seg 22h15

17. Jessica Jones

Haverá heroína menos convencional que Jessica Jones, personagem da Marvel transformada agora em protagonista de série pela Netflix? Ela não tem um fato especial coleante, mas os seus poderes sobrepõem-se a um passado sombrio, ao mau feitio e ao problema com o whisky. Enquanto detetive privada em Nova Iorque, Jessica Jones (interpretada por Krysten Ritter) está a esforçar-se por recomeçar a vida depois de ter morto Kilgrave, o seu pior inimigo, na primeira temporada. Estreia-se no 
Dia da Mulher e não é por acaso. L.O. Netflix > Estreia 8 mar

Will Hart

18. THE BLACKLIST: 
REDEMPTION

O antigo agente governamental Raymond “Red” Reddington, personagem interpretada pelo ator James Spader em The Blacklist (a 5ª temporada está em exibição na SIC e a segunda no AXN White), não entra neste spin-off mas a sua presença paira no ar. Em causa está a lista dos criminosos mais procurados no mundo, que se juntam para formar uma equipa de mercenários de elite com o intuito de se redimirem. AXN > Estreia 27 mar, ter 23h10

19. O Gerente da Noite

Vale a pena (re)ver esta versão contemporânea da obra de espionagem de John le Carré. O autor britânico, de 86 anos, escreveu O Gerente da Noite, em 1993, com a ação passada no pós-Guerra Fria, participando agora na série como um dos produtores-executivos. Nesta produção de espionagem, com seis episódios, o vilão é interpretado por Hugh Laurie, ainda (e para sempre?) associado ao papel do médico viciado em Vicodin que interpretou em House. AMC > seg 22h10 > RTP2 > Reposição 
a partir 4 mar, dom 22h15

20. Bob’s Burgers

É de uma série de animação que aqui se fala, o que não significa, já se sabe, que só os miúdos achem piada aos dramas da família Belcher. O cenário é a hamburgueria de Bob, o pai, que vive convencido da qualidade do seu restaurante − não fosse a péssima localização. A ajudá-lo está Linda, a mulher, e os três filhos, Tina, Gene e Louise, mas isso não é garantia de que as coisas corram melhor. Enquanto a 8ª temporada não estreia no Fox Comedy, reveja-se Bob's Burgers na RTP2. Cada episódio tem 20 minutos e termina com os Belcher a cantar. Há até um CD, bom para ouvir no carro a caminho da escola. I.B. RTP2 > seg-sex 21h

21. A Teoria do Big Bang

Várias figuras marcantes da Ciência e da Tecnologia têm passado pelos episódios desta série de culto, desde Buzz Aldrin, Stephen Hawking, Elon Musk e Steve Wozniak. O próximo convidado será Bill Gates. O fundador da Microsoft fará uma aparição no local de trabalho de Penny (Kaley Cuoco), onde todos os seus colegas, obcecados pela tecnologia, o querem conhecer. O episódio será emitido no fim de março, mas por cá ainda estamos a ver os anteriores, da 11ª temporada. AXN White > qui 22h45

Divulgacao

22. The Handmaid’s Tale

The Handmaid's Tale foi a série-
-sensação de 2017, de forma um pouco inesperada, diga-se, mas justificada pelos oito Emmy que recebeu nas categorias televisivas, incluindo os de Melhor Série Dramática e de Melhor Atriz em Série Dramática, proeza que voltou a repetir nos Globos de Ouro deste ano. Sobre a segunda temporada deste enredo, baseado no romance da escritora canadiana Margaret Atwood, publicado em 1985, a protagonista Elisabeth Moss já deixou escapar que os 13 novos episódios serão ainda mais sombrios. A vida de Offred e das restantes servas de uma sociedade totalitária, num mundo distópico, usadas apenas para a procriação, parece tornar-
-se muito mais difícil. É desta que serão enviadas para as tão temidas colónias. Numa altura em que se luta pelos direitos das mulheres e pela dignidade no feminino, The Handmaid's Tale choca, é um murro no estômago que nos faz sentir mal e pensar. Mas a ficção também é isso. Hulu > Estreia 26 abr

23. O Mecanismo

Há largos anos, desde os tempos do ex-Presidente Collor de Mello, nos anos 1990, que a corrupção 
e o Brasil andam de mãos dadas. 
É precisamente esse o tema da nova série original da Netflix, uma criação de José Padilha (Narcos, Tropa 
de Elite) e Elena Soarez (Casa de Areia) inspirada em factos verídicos. Com base no livro Lava Jato 
– O Juiz Sérgio Moro e os Bastidores da Operação que Abalou o Brasil, de Vladimir Netto, os oito episódios foram filmados no Rio de Janeiro, Curitiba, Brasília e São Paulo. 
O ator Selton Mello é Marco Ruffo, um “delegado” reformado da Polícia Federal obcecado pela resolução do caso. Netflix > Estreia 23 mar

24. INSTINCT

Desde o final de The Good Wife, em maio de 2016, que não púnhamos a vista em cima a Alan Cumming, o sarcástico conselheiro de Alicia Florrick, Eli Gold. Agora, em Instinct, o ator será Dylan Reinhart, um talentoso escritor e professor universitário, cujas aulas sobre o estudo do comportamento, os desvios de conduta e atitude são excêntricas e muito pouco consensuais. Um dia, numa aula, Reinhart, que também foi agente da CIA, é abordado pela detetive Lizzie Needham (Bojana Novakovic), da polícia de Nova Iorque. Parece que um assassino em série anda à solta e usa as dicas do livro de Reinhart como guia para cometer os crimes. TVSéries > Estreia 27 mar, ter 21h45

25. The Terror

A luta pela sobrevivência dá o mote para esta adaptação do romance homónimo de Dan Simmons, com o realizador Ridley Scott na produção executiva. Em 1847, uma equipa de expedição da Marinha Real, liderada pelo capitão Francis Crozier (Jared Harris), parte rumo ao Ártico. Mas a viagem em território inexplorado, em busca da passagem do Noroeste, é interrompida pelo ataque de um misterioso predador que se aproxima dos barcos e das suas tripulações. Ter de lidar com recursos limitados, a falta de esperança e o medo do desconhecido transformou esta expedição numa lenda. AMC > Estreia 3 abr, ter 22h10

Screengrab/AMC