Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

'Documentários Portugueses' no canal TVCine 2: Registar, retratar, olhar

TV

O canal TVCine2 estreia esta terça, 10, o ciclo Documentários Portugueses. Sete filmes de Cláudia Varejão, Gonçalo Tocha, Salomé Lamas, Júlio Adler e Catarina Mourão para ver nas noites de terça-feira, até 21 de novembro

As ama-san são “umas bravas”, aprendeu e ensina a realizadora nascida no Porto, Cláudia Varejão, que viu como elas podem ser sinónimo de guerreiras no mar e ter a sensibilidade à flor da pele em terra

As ama-san são “umas bravas”, aprendeu e ensina a realizadora nascida no Porto, Cláudia Varejão, que viu como elas podem ser sinónimo de guerreiras no mar e ter a sensibilidade à flor da pele em terra

Foi depois de ler um poema sobre as ama-san, no livro de poemas Peau Fine, de Sónia Baptista, que a realizadora Cláudia Varejão arriscou que a vida destas mulheres dava um filme. E foi assim que entrou num mundo à parte, numa vila piscatória da Península de Shima, perto de Osaka, no Japão. Em japonês, elas são mulheres do mar, mergulham por dinheiro, duas vezes por dia, entre março e setembro, para apanhar pérolas. A imagem vale todo um filme. Ama-san (dia 17) é um dos sete documentários que podem ser vistos no ciclo especial, pensado para os serões de terça-feira do TVCine2, até 21 de novembro.

Por ocasião dos 40 anos da Companhia Nacional de Bailado, a realizadora Cláudia Varejão passou 12 meses a conviver com coreógrafos, músicos, ensaiadores, costureiras, técnicos de luz e de som, de forma a retratar cada segundo das suas vidas. No Escuro do Cinema Descalço os Sapatos (dia 10) é o resultado dessa partilha.

Rodado nos Açores, local de eleição do realizador Gonçalo Tocha, Balaou (dia 24) passa-se no veleiro com o mesmo nome, do casal francês Florence e o Beru, que todos os anos atravessa o Atlântico. É a bordo do barco que Tocha vai aprender a aceitar o esquecimento das coisas e a dimensão finita da vida. Em Guimarães, o realizador filmou Torres e Cometas (dia 31), uma viagem pelas figuras de santos, monumentos, marcos históricos e pela música da cidade.

Até La Rinconada y Cerro Lunar, nos Andes peruanos, viajou a cineasta Salomé Lamas para filmar Eldorado XXI (7 nov) e mostrar uma espécie de paraíso a 5 100 metros de altitude. Já o brasileiro Júlio Adler esteve em Portugal para fazer Saca – O Filme de Tiago Pires (dia 14), sobre o percurso do primeiro surfista português a entrar na elite mundial do surf. A história do escritor Tomaz Xavier de Azevedo Cardoso de Figueiredo em A Toca do Lobo (dia 21), pela mão da sua neta Catarina Mourão, encerra o ciclo.

Documentários Portugueses > TVCine2 > 10 out-21 nov, ter 22h