Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

'Versailles': Vale tudo para chegar ao rei

TV

A bolinha vermelha vai continuar a assinalar a segunda temporada de Versailles, a série que retrata a corte de Luís XIV. Em estreia este sábado, 22, na RTP1

Muitas das cenas da série Versailles foram gravadas em quartos e jardins do icónico palácio nos arredores de Paris. No entanto, como Marie Antoinette mudou a decoração no século XVII, foi necessário filmar também em castelos como Janvry, Lésigny, Maisons-Laffitte, Vigny e Rambouillet

Muitas das cenas da série Versailles foram gravadas em quartos e jardins do icónico palácio nos arredores de Paris. No entanto, como Marie Antoinette mudou a decoração no século XVII, foi necessário filmar também em castelos como Janvry, Lésigny, Maisons-Laffitte, Vigny e Rambouillet

Há um ano, estreava-se em Portugal a série de época que no Reino Unido gerou bastante polémica, devido às cenas de sexo ousadas. No parlamento britânico, alguns deputados chegaram a descrever Versailles como “pornográfica”. Já para os telespectadores franceses o verdadeiro escândalo era as personagens falarem inglês. Agora, chega à RTP1 a segunda temporada desta série do Canal Plus francês, uma coprodução internacional de grande orçamento (cerca de 26 milhões de euros). Nos novos dez episódios, a nudez vai continuar e, desta vez, não será só a feminina. “Haverá muitos homens nus, o que não existia na primeira temporada. A segunda temporada puxa os limites desse assunto”, disse ao jornal Express o ator Alexander Vlahos que interpreta Philippe d’Orléans, o misterioso irmão do rei francês Louis XIV (George Blagden).

Na temporada passada, Philippe descobriu o seu lado militar, o que só causou mais problemas no seu relacionamento homossexual com Chevalier (Evan Williams) e com a sua mulher. Em tom de brincadeira, Alexander Vlahos desvendou também a possibilidade de Louis XIV tentar ser guerreiro. Isolado, o rei de França começa a perder o poder e deixa-se influenciar pelas pessoas erradas. Cego de paixão pela sua amante Montespan (Anna Brewster), Luís XIV recusa ouvir o conselho da Igreja e, numa desesperada tentativa de fuga, parte para a guerra contra o seu arqui-inimigo, Guilherme de Orange. Não faltarão drogas e álcool, à medida que os nobres se envenenam uns aos outros para chegarem mais perto do rei e ascenderem socialmente. Sobre o Palácio de Versailles, uma casa real habitualmente cheia de alegria, vai pairar agora uma nuvem escura.

Versailles > estreia 22 de abril, sáb 23h15