Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

10 novas séries de televisão que nos deixam presos ao sofá

TV

Das novíssimas Big Little Lies e Crashing aos últimos episódios da sétima temporada de The Walking Dead, eis as dez séries de televisão pelas quais vale a pena ficar preso ao sofá nestas noites de inverno

O elenco de Big Little Lies é composto por Nicole Kidman, Reese Witherspoon, Shailene Woodley e Laura Dern

O elenco de Big Little Lies é composto por Nicole Kidman, Reese Witherspoon, Shailene Woodley e Laura Dern

Escolha uma posição confortável no sofá, mas não se deixe adormcecer. Este domingo, 19, há duas estreias mundiais no TV Series. Às duas horas da madrugada, pequenas grandes mentiras vão ser contadas por Nicole Kidman, Reese Witherspoon, Shailene Woodley e Laura Dern em Big Little Lies (exibições seguintes às segundas, às 22h45). As quatro atrizes protagonizam a realização de Jean-Marc Vallée, baseada no romance de Liane Moriarty. Em Monterey, a normalidade da vida destas mulheres de classe alta é abalada por um crime que levanta suspeitas e acusações.

Uma hora e meia mais tarde, às 3 e 30, estreia Crashing com a chancela da HBO. A traição da mulher leva Pete (Pete Holmes), um aspirante a comediante, até Nova Iorque, onde acaba por dormir nos sofás de vários humoristas. Até chegar ao topo, vai ser um caminho difícil. Produzida por Judd Apatow (Girls), a série segue de forma livre a vida de Pete Holmes, sendo mesmo filmada nos palcos de stand-up nova-iorquinos (exibições seguintes às quintas, às 23h30).

Continuando nas novidades, na Fox, estreou no passado dia 6 de fevereiro a sequela de 24. Em 24: Legacy (transmitido às segundas, às 22h15), há um novo protagonista, Eric Carter (Corey Hawkins), que substitui Kiefer Sutherland (Jack Bauer), que passa de ator principal a produtor executivo. Sete anos depois, a série volta a ser uma corrida contrarrelógio para evitar um ataque terrorista na América.

No canal História estreou no dia 12, O Fim do Mundo. A série documental que imagina dez formas do mundo acabar, recria em seis episódios, dois por cada domingo (às 22h e 22h40) possíveis desastres que podem chegar sem qualquer aviso prévio: gigantescos impactos de asteroides, hipererupções vulcânicas, repentinas explosões de energia provenientes do espaço, chuva de vidro, um buraco na atmosfera, gravidade distorcida ou até uma avaria nas comunicações, são algumas das catástrofes imaginadas.

Legion, uma das novas séries da Fox

Legion, uma das novas séries da Fox

Recente é também Legion, estreada na Fox na passada segunda-feira, 13, e a passar às segundas, às 21h20. A série que junta pela primeira vez a Marvel e os estúdios FX entra no universo dos filmes X-Men, com oito episódios. Depois de Ossos e Fargo, Noah Hawley escreveu um argumento de ficção científica onde David Haller (Dan Stevens, de Downton Abbey) é um homem que sofre de transtorno dissociativo de identidade e as vozes que ouve e as visões que tem talvez sejam reais. Legion reúne, em si próprio, os mutantes mais poderosos de toda a saga e as suas múltiplas capacidades, transformando-se em vilão.

No mesmo dia regressou também à Fox The Walking Dead (seg 22h15) e os últimos oito episódios da sétima temporada. Com Rick e Negan prestes a entrar em guerra, poderá surgir uma nova “força interior” por parte dos sobreviventes que os ajudará a lutar pelas suas vidas. Quem sobreviverá?

A série Girls, produzida e protagonizada por Lena Dunham, chega ao fim

A série Girls, produzida e protagonizada por Lena Dunham, chega ao fim

No TV Series também já está no ar a sexta temporada de Girls (qui 23h). Chega assim ao fim a série escrita, produzida e protagonizada por Lena Dunham, que aos 30 anos já é considerada uma das criadoras mais pertinentes da sua geração. Em Girls, é agora que Hannah Horvath e as suas amigas Marnie (Allison Williams), Jessa (Jemima Kirke) e Shoshanna (Zosia Mamet) se despedem do público. Os acontecimentos desta temporada começam seis meses depois do último desfecho, com Hannah no auge como escritora, depois da sua participação no grupo de storytelling The Moth. Entretanto, Marnie está a recuperar sem dramas do divórcio com Desi, namorando com Ray (Alex Karpovsky). Também Jessa tem nova companhia, ao lado de Adam (Adam Driver), partilhando com ele um projeto profissional. Shoshanna, por sua vez, consegue um novo trabalho numa agência de marketing. E a pergunta que se impõe é: o que será que Lena Dunham vai engendrar depois de Girls?

Na sexta temporada vai também Segurança Nacional, que chegou à Fox a 18 de janeiro (qua 23h10), e marca o regresso da ação da série aos Estados Unidos. Depois de um ataque terrorista evitado em Berlim, a nova temporada (12 episódios) começa vários meses mais tarde, com Carrie Mathison (Claire Danes) de volta aos EUA e a viver em Brooklyn, Nova Iorque. A história vai desenrolar-se, durante os 72 dias que separam o dia da eleição e o dia da tomada de posse da nova Presidente é Elizabeth Keane (Elizabeth Marvel).

No Netflix, Drew Barrymore é a protagonista de Santa Clarita Diet

No Netflix, Drew Barrymore é a protagonista de Santa Clarita Diet

Saeed Adyani / Netflix

Já na plataforma de streaming Netflix pode seguir-se Drew Barrymore, protagonista da série de humor negro Santa Clarita Diet. Com uma dose q.b. de situações absurdas, e sem revelar o enredo, em 13 episódios de meia hora cada, pode dizer-se que a família de Sheila (Drew Barrymore) e Joel Hammond (Timothy Olyphant), sofre uma mudança drástica quando ela muda de dieta e começa a comer apenas e só carne crua.

Ainda em streaming, mas na Amazon Prime Video, está disponível desde 29 janeiro a série Z: The Beginning of Everything que conta a história de Zelda Sayre, mulher do escritor F. Scott Fitzgerald, autor de O Grande Gatsby. A série biográfica de dez episódios é protagonizada pelo sueco David Hoflin (F. Scott Fitzgerald) e Christina Ricci (Zelda Sayre).