Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Soalheiro, um caso à parte entre os Alvarinhos

Visão Se7e

  • 333

A crónica semanal do especialista da VISÃO, José António Salvador

Durante a última época de vindimas o Jornal de Notícias trouxe a público a polémica gerada entre e pelos vitivinicultores da sub-região de Melgaço/Monção a propósito da expansão da casta Alvarinho para fora da Região dos Vinhos Verdes. Confesso não ver qualquer vantagem prática com tal preocupação por parte dos produtores minhotos. Seria a mesma coisa que querer impedir encepamentos da Touriga Nacional no Alentejo só porque o Dão é o seu solar de eleição, por exemplo.



A inutilidade do debate no plano interno fica também demonstrada pela expansão da casta na Austrália e na Califórnia, neste caso também com o objetivo dos produtores norte-americanos conquistarem o mercado dos galegos emigrados nos EUA, para quem a Galiza exporta muitos dos seus "Albariños".



O importante, consintam-me a sugestão, é valorizar o território vitícola e a sua paisagem ao longo do vale do rio Minho, enquadrado do lado português pelas serras de Castro Laboreiro, da Peneda e do Gerês. Depois, e em consequência dessa valorização, importa melhorar a sua viticultura e práticas enológicas na adega para que os vinhos daqueles dois municípios sejam inimitáveis pela sua superior qualidade e caráter distintos.

Os Alvarinhos da Quinta do Soalheiro, de Melgaço, inscrevem-se neste percurso de distinção exemplar ao longo das últimas quatro décadas. Para além da constância da sua elevada qualidade vindima após vindima, conseguiram a partir desta única casta diversificar a sua produção e a correspondente oferta comercial. Os seus três últimos e diferentes Alvarinhos lançados em 2011 confirmam estes desígnios.





Soalheiro Alvarinho 2011 ****/***** - €8,40

A colheita de 2010 pareceu-me mais bem conseguida, mas estamos a discutir pequenos detalhes. Com aromas e sabores correspondentes à casta, surge muito frutado e com boa frescura na boca.

 

 

Soalheiro Alvarinho Primeiras Vinhas ****/*****  - €14,50

Um clássico: vinho tão harmonioso quanto sóbrio nos aromas e profundo nos sabores. Deve envelhecer bem.



Soalheiro Alvarinho Reserva 2010 ***** - €23

Um Alvarinho fermentado e estagiado em cascos de carvalho francês. Em relação a colheitas anteriores surgiu com o frutado e aromas da casta mais evidentes e a madeira mais esbatida. Uma grande harmonia.