Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Bar Machimbombo: O novo apeadeiro de Lisboa

Sair

Neste novo bar de Lisboa, há cocktails para beber ao ritmo da conversa, antes ou depois de seguir viagem. O Machimbombo abriu na Calçada do Combro

Alexandre Paulo

Na lista dos cocktails mais pedidos está o Side To Side (€9), que leva gin, pepino, lima, xerês e menta

Na lista dos cocktails mais pedidos está o Side To Side (€9), que leva gin, pepino, lima, xerês e menta

Marcos Borga

É quase como uma paragem obrigatória para quem sobe ou desce a Calçada do Combro, em Lisboa. Ou, pelo menos, desperta a curiosidade de quem por ali passa, rente ao número 87. O melhor será mesmo espreitar pela janela, antes de entrar no Machimbombo, o novo bar na zona entre o Bairro Alto e São Bento, que tem à disposição uma seleção de 12 cocktails e quatro mocktails. As bebidas acompanham-se com uma taça de pipocas, pelo menos até que a cozinha esteja pronta a funcionar, para servir alguns petiscos portugueses e italianos.

“De dois em dois meses, mudamos a carta das bebidas”, adianta Semi M’Zoughi, um dos quatro sócios e autor da carta. Na lista dos mais pedidos está o Side To Side (€9), que leva gin, pepino, lima, xerês e menta, e o Mexicano (€8,50), com mezcal, maçã, agave e cidra. Há também cerveja à pressão (€3 a €5) e vinho a copo (tinto e branco, €4), de várias regiões de Portugal. Ao balcão ou na única mesa (existem ainda pequenos balcões de apoio), o atendimento e o ambiente convidam a desfrutar da filosofia do bar, pintado na cor azul. “Queremos que os nossos clientes passem bons momentos”, sublinha Semi, que antes de ser um dos responsáveis do Machimbombo, passou pelo bar Toca da Raposa, de Constança Cordeiro, no Chiado. Aos fins de semana, a música fica a cargo de DJ convidados, nacionais ou internacionais, de diversos estilos musicais, para agradar a diferentes gostos. Até porque neste bar são todos bem-vindos.

O bar vai buscar o nome do antigo elevador mecânico Machimbombo da Estrela, antecessor do Elétrico 28, que funcionou entre 1890 e 1913, ligando a Basílica da Estrela ao Largo de Camões

O bar vai buscar o nome do antigo elevador mecânico Machimbombo da Estrela, antecessor do Elétrico 28, que funcionou entre 1890 e 1913, ligando a Basílica da Estrela ao Largo de Camões

Marcos Borga

Machimbombo > Cç. do Combro 87, Lisboa > seg-qui 19h-2h, sex-sáb 19h-3h