Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Os bonecos de Keith Haring andam à solta nos comboios da Linha de Cascais

Sair

André Moreira

Uma carruagem de comboio transformada pelo artista visual português AkaCorleone irá circular entre as estações do Cais do Sodré e Cascais. A intervenção é inspirada na obra de Keith Haring, artista que assim é homenageado 15 anos depois da sua primeira exposição em Portugal. VEJA O VÍDEO

André Moreira

André Moreira

Jornalista Multimédia

Se o leitor apanhar o comboio em qualquer uma das estacões de comboio da Linha de Cascais até, pelo menos, dia 10 de novembro, arrisca-se a ver uma verdadeira galeria de arte ambulante.

Trata-se de uma intervenção artística de Pedro Campiche, mais conhecido como AkaCorleone, numa carruagem. O desafio lançado ao artista português surge no âmbito de uma homenagem a Keith Haring, 15 anos depois das suas obras terem sido expostas pela primeira vez em Portugal. A ideia da iniciativa passa por levar a arte até às pessoas, replicando aquele que foi também o objetivo de Keith Haring durante a década de 80, nas ruas de Nova Iorque.

Além da carruagem de comboio, também a Estação de Cascais sofreu uma intervenção inspirada na obra do artista e ativista, da autoria da designer Susana Oliveira. A homenagem conta ainda com a exposição Keith Haring. Entre a Arte, o Ativismo e a Moda, que integra 17 originais do artista e que poderá ver no CascaiShopping, a partir da próxima terça, 10, e até 10 de novembro. No arranque, haverá um live body painting, com a manequim Sharam Diniz e a entrada será gratuita.