Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

O Gosto dos Outros... Sérgio Praia

Sair

A viver em Lisboa, é ao Furadouro, onde nasceu, que Sérgio Praia volta para carregar baterias. Palavra ao ator que dá vida a António Variações, no filme Variações, em exibição nas salas de cinema

Marcos Borga

1. Praia do Furadouro, Ovar
“Significa a barriga da mãe”, diz o ator de 42 anos. “Naquela praia, sonhava com o dia em que ia sair do Furadouro em busca do meu sonho, que era representar. Hoje, é a imagem a que recorro quando preciso de me alimentar de Natureza, onde regresso para carregar baterias.”

2. Lisboa
Veio para Lisboa, em 1998, para fazer uma peça no Teatro D. Maria II. “Estava feliz de estar na cidade gigante, mas ao mesmo tempo apercebi-me da sua dimensão solitária. Um dia, em Cacilhas, no pontão, deu-se a ligação. Acho que foi aí que me apaixonei por Lisboa.”

3. Sambódromo, Rio de Janeiro
O ator foi mestre-sala numa escola de samba em Ovar. “Um dos meus sonhos é desfilar no Sambódromo, sentir aquele povo, os tambores. Espero concretizá-lo em 2020, no Salgueiro, a escola do meu coração.”

4. Machu Picchu, Peru
A viagem ao Peru esteve marcada, mas acabou por ser cancelada. “Tenho fascínio pelo passado, pela História, fico a imaginar como seriam aqueles lugares há muitos, muitos anos. Machu Picchu está na minha lista.”

5. Tempo
Gostaria de voltar a 1983, quando Variações fez a primeira parte de um concerto da Amália. “Foi o primeiro encontro entre eles. Ela pediu-lhe o anel que ele usava, e o António recusou, porque tinha um valor sentimental. Ah! E o concerto correu muito mal”.

6. Fado
Nas casas de fado de Alfama e do Bairro Alto, o ator encontrou uma “certa família”. “Esse lado bairrista, das pessoas a falar à janela, ajudou-me a não me sentir tão só. Foi a minha âncora”.