Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Carpintarias de São Lázaro, o novo centro cultural de Lisboa

Sair

A exposição Jeu de 54 Cartes, de Jorge Molder, é um dos trunfos da reabertura das Carpintarias de São Lázaro, em Lisboa, agora um ambicioso centro cultural contemporâneo, apostado em criar pontes com a comunidade em seu redor. O programa de inauguração, neste sábado e domingo, dias 26 e 27, conta ainda com música, performances e gastronomia. A entrada é grátis

A intervenção no espaço das antigas carpintarias foi mínima e o betão continua a ser o elemento dominante

A intervenção no espaço das antigas carpintarias foi mínima e o betão continua a ser o elemento dominante

D.R.

Depois de uma abertura intermitente, as Carpintarias de São Lázaro, junto ao Martim Moniz, são finalmente devolvidas à cidade, agora enquanto pólo de criação multidisciplinar e contemporâneo. São 1600 metros quadrados, repartidos por três pisos, que vão passar a albergar projectos em áreas como as artes visuais, a música, o teatro, a dança, o cinema e a gastronomia.

E o programa de inauguração mostra ao que vem. Para ver a partir deste sábado, 26, há Jeu de 54 Cartes, de Jorge Molder, exposição itinerante do Museu Internacional de Escultura de Santo Tirso (2017-2018), onde o artista parte de, e reinventa, um dispositivo quotidiano fértil em mitologias: o baralho de cartas francês. Este objeto serve a Molder para a criação de uma série fotográfica própria com seis partes: 52 imagens repartidas por quatro naipes (Caras, Mãos, Bocados, Espectros), mais dois jokers e um gabarito. Ao todo, são 55 imagens que vão ocupar as antigas carpintarias, um espaço ainda em bruto. A partir das 21 e 30, o projecto A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria celebra o seu 8.º aniversário com a performance-vídeo Cinema ao Vivo, O Regresso à Mouraria, com o realizador Tiago Pereira e o músico Sílvio Rosado a apresentar um filme montado em tempo real, onde se vê uma Lisboa de bairros e culturas.

Jorge Molder

Durante o fim de semana, dias 26 e 26, a Cozinha Popular da Mouraria vai anda à volta dos tachos (sáb 12h-23h, dom 12h-15h) para servir refeições aos visitantes, no âmbito do projecto A Cozinha dos Vizinhos, uma forma de envolver a comunidade local. Já no domingo, 27, é apresentada a primeira residência artística das Carpintarias, com apoio da Fundação Calouste Gulbenkian. Em Open Studio, Miriam Simum, a artista em residência, abre as portas ao seu trabalho na área do desenho, vídeo e performance (12h-20h).

O programa de inauguração das Carpintarias de São Lázaro prossegue no primeiro fim de semana de fevereiro, dias 2 e 3, com uma mostra dos restaurantes premiados no concurso gastronómico Lisboa à Prova em 2018. O preço da entrada (€5) inclui uma degustação e uma prova de vinhos.

Foi em 2014 que, através de um concurso público, a Câmara Municipal de Lisboa entregou a gestão do edifício à Associação Cultural e Recreativa das Carpintarias de São Lázaro

Foi em 2014 que, através de um concurso público, a Câmara Municipal de Lisboa entregou a gestão do edifício à Associação Cultural e Recreativa das Carpintarias de São Lázaro

D.R.

Carpintarias de São Lázaro > R. de São Lázaro, 72, Lisboa > T. 21 381 5891 > Jeu de 54 Cartes, de Jorge Molder > 26 jan-30 mar, qui-sex 12h-18h, sáb-dom 11-19h > preço a definir > grátis nos dias 26, sáb 12h-24h, 27, dom 12h-21h, 31 jan-1 fev, qui-sex 12h-18h > Mostra dos Premiados Lisboa à Prova > 2-3 fev, sáb-dom 12h-23h > €5