Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

O Gosto dos Outros ... Nuno Mendes

Sair

Estes são os lugares prediletos do chefe responsável pelos restaurantes Chiltern Firehouse, Taberna do Mercado e o recente Mãos, em Londres. Em Lisboa, a partir de abril, Nuno Mendes assinará a carta do novo restaurante do Bairro Alto Hotel

José Carlos Carvalho

1. Taberna da Rua das Flores, Lisboa
Para Nuno Mendes, a Taberna da Rua das Flores continua a ser um dos sítios mais interessantes de Lisboa. “O chefe André Magalhães põe-lhe um caráter muito pessoal e, mesmo concorrido, mantém-se fiel ao que é. Aprendo sempre alguma coisa quando lá vou e sou sempre surpreendido.”

2. Restaurante Prado, Lisboa

O restaurante Prado funciona como uma segunda casa para Nuno Mendes. “Estão a fazer um trabalho incrível com os produtos, sobretudo, com a identidade muito própria que põem no que fazem”.

3. Herdade São Lourenço do Barrocal, Reguengos de Monsaraz
“À magia, beleza e serenidade do Alentejo junta a hospitalidade e o tipo de construção do turismo de São Lourenço do Barrocal. Um lugar muito especial para mim”, descreve o chefe, que acabou de lançar o livro Lisboeta.

4. East London, Londres
Depois ter passado por Nova Iorque, Miami e São Francisco, cidades com zonas já consolidadas e bairros criados, Nuno Mendes percebeu que foi “ótimo” abrir um restaurante em East London. “É, atualmente, um bairro boémio, criativo e, do ponto de vista gastronómico, uma das zonas mais interessantes de Londres.”

5. Restaurante Fidalgo, Lisboa
“Há uns anos, o jornalista e cozinheiro João Wengorovius levou-me ao Fidalgo e sugeriu que provássemos o polvo com feijão-branco”, recorda. “É um prato clássico, mas tão saboroso que me cresce água na boca só de pensar nele”, diz o chefe radicado em Londres que, sempre que vem a Lisboa, organiza os seus dias para lá ir almoçar.

6. Sintra

“Tocam-me as energias e as emoções muito próprias da vila de Sintra. As ruas, a vegetação, os palacetes escondidos, tudo tem uma beleza única. Gosto de lá ir, de fechar os olhos; sinto-me revigorado”.