Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

O Gosto dos Outros ... Fernão Gonçalves

Sair

As escolhas do barman do restaurante Pesca, em Lisboa, para quem a criatividade é sinónimo de não haver desperdício nos cocktails de autor

1. Havana, Cuba

Em 2018, o barman conheceu a cidade de Havana. De imediato, apaixonou-se pela cultura, pelas pessoas, pelas praias, pela música, pela tradição.

2. Convento da Peninha, Sintra
É a partir deste lugar que o barman alcança uma das melhores vistas da serra de Sintra, conseguindo ver desde Peniche até Setúbal. Para Fernão, é um alívio ser dos sítios ainda pouco massificados pelos turistas. “Tem a magia de uma boa panorâmica. Acaba por ser um mistério.”

3. Adega da Bairrada, Lisboa
Ir almoçar com o pai a este restaurante no bairro de Alvalade é uma boa recordação de infância. “Ainda hoje, tem o melhor pernil fumado e o melhor cozido de Lisboa. Continuo a ir lá almoçar quando tenho tempo e procuro uma refeição mais reforçada.”

4. Azenhas do Mar, Sintra
Sobre as Azenhas do Mar, Fernão Gonçalves diz que se trata de “um lugar mágico, desde a praia no verão às intempéries do inverno”. Uma terra de pescadores e de tradições gastronómicas, onde os vinhos de Colares vingam, as macieiras são enterradas na areia e se percebe a verdadeira delícia de um bom percebe.

5. Pesca, Lisboa
É no restaurante do Príncipe Real, aberto em setembro de 2017, que Fernão Gonçalves passa a maior parte dos seus dias. “Este é mais um projeto em que tenho o prazer de estar ao lado do chefe Diogo Noronha. Temos tido um ano bastante intenso e criativo. É no Pesca que consigo explorar mais a parte gastronómica dos cocktails.”

6. Titanic Sur Mer, Lisboa

É pela roda de samba do Titanic Sur Mer, no Cais do Sodré, que passam os seus domingos (o único dia em que pode ir beber um copo). “Acho divertido a mistura cultural e os ritmos do samba.”