Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Pular, voar, trepar no Quantum Park, em Sintra

Sair

No novo parque de diversões, o Quantum Park, em Sintra, há 23 paredes de escalada, um skatepark e muitos trampolins para saltar, jogar à bola e ultrapassar obstáculos - com ou sem competição

José Carlos Carvalho

As manobras espetaculares feitas pelos funcionários do novo Quantum Park, aberto recentemente no Cacém, parecem fáceis de reproduzir. Parecem, mas não são (mesmo!). Ali, algumas atividades requerem jeito, perícia e força. Outras, mais simples, e diríamos mais “inocentes”, dão-nos logo vontade de experimentare e de repetir, as vezes que o fôlego permitir.

Depois de se escolher, à entrada, as modalidades que se quer praticar, dê-se uma volta neste que é o primeiro e único parque, em Portugal, a combinar três atividades diferentes: trampolins, skatepark e escalada. A esta altura, deixamos o primeiro aviso: prepare-se para umas boas horas de adrenalina e de pura diversão. E, já agora, outro: não precisa de ser craque, de fazer manobras complicadas ou de conseguir terminar uma tarefa. O melhor é seguir o conselho de Felix Tanguay, o responsável pelo Quantum Park, que, antes de se mudar para Portugal, tinha uma escola de esqui na Suíça: “Divertir-se, seja em família seja com amigos.”

José Carlos Carvalho

Voltamos ao ponto de partida, onde se encontra a zona dedicada à escalada. Neste recinto, “há 23 paredes de escalada, cada uma com um grau de dificuldade distinto, e relógios que contam o tempo para quem quiser competir”, explica o responsável. Para participar, “não há limites de idade”, basta seguir as regras (afixadas num cartaz) que obrigam a usar o arnês e o mosquetão de segurança. Ali, os novatos nestas andanças percebem logo as paredes que devem subir, isto se quiserem fazer boa figura e chegar ao topo. Na zona dos trampolins, a maior do parque, com cerca de quatro mil metros quadrados, pode também jogar-se futebol ou basquetebol. Nessa zona estão disponíveis outras modalidades, como a torre de saltos e o percurso ninja, duas áreas pensadas para os mais aventureiros, bem ao jeito dos Jogos Sem Fronteiras, onde se testa o equilíbrio, a agilidade e a corrida (aqui pede-se que se calce umas meias especiais, disponíveis para comprar ou alugar na entrada). Já ao fundo do armazém, o halfpipe será o lugar preferido dos skaters, que ali podem testar saltos e manobras mais complicadas. Mas sem perigo, porque ao lado há uma espécie de air bag gigante, capaz de amparar qualquer queda.

José Carlos Carvalho

Quantum Park > Estr. das Ligeiras, 20, Agualva Cacém, Sintra > T. 21 194 7184 > qua-qui 12h-21h, sex 12h-22h, sáb 9h-22h, dom 10h-22h > €8 a €14 por modalidade, €2 a €12 por atividade extra