Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

O mercado do Primavera Sound está cada vez mais verde e sustentável

Sair

Das escovas de dentes de bambu a colares feitos com resíduos de vidro, há de tudo nas lojas do NOS Primavera Sound, a reforçar a filosofia sustentável do festival que decorre até sábado, 9, no Parque da Cidade do Porto

A Wingdo transforma uma mochila numa cadeira

A Wingdo transforma uma mochila numa cadeira

Lucilia Monteiro

Cada vez mais verde e sustentável, assim tem sido (e será) a filosofia do NOS Primavera Sound. E nas lojas do mercado do festival, a mensagem está cada vez mais presente em novos projetos que vamos conhecendo, ao som das músicas que ecoam dos palcos.

As mochilas que se transformam em cadeira da Wingdo saltaram da internet “para o primeiro festival de rua”, conta-nos Maria Ferreira, a designer que, com André Ferreira e Sandra Moreira, fazem parte desta marca sustentável nascida há meio ano. E vale a pena a ressalva: no festival, as mochilas estão à venda por €135 (na loja online custam €169).

Colares e pulseiras feitos à mão, a partir de resíduos de vidro, na Dome Ethical Store

Colares e pulseiras feitos à mão, a partir de resíduos de vidro, na Dome Ethical Store

Lucilia Monteiro

Também pela primeira vez a Dome Ethical Store traz ao Primavera Sound a apologia pelo consumo ético e sustentável. Ali tem as ceiras (a partir €59), sacos feitos com esteira de junco pelo Centro de Bem Estar Social de Coz, em Alcobaça, as mochilas da Ethnotek – feitas em teares artesanais da India, Guatemala, Vietname, Indonésia e Gana, e a partir de garrafas de plástico recicladas –, ou as carteiras da portuguesa Maria Descalça que também transformou plástico em tecido. Mas há mais. Da Cooperativa de Valorização de Resíduos da Ilha do Príncipe, em Moçambique, vieram as pulseiras e os colares, feitos à mão por um grupo de dez mulheres, a partir de resíduos de vidro e, da Covilhã, encontramos a roupa de algodão orgânico da Näz, de Cristiana Costa.

As escovas de dentes feitas em bambu da The Bam & Boo Toothbrush

As escovas de dentes feitas em bambu da The Bam & Boo Toothbrush

Lucilia Monteiro

A mesma filosofia de redução da pegada ecológica acompanha as escovas de dentes feitas em bambu, da portuguesa The Bam & Boo Toothbrush. Quem queira, pode comprá-las ali mesmo (€4,99) ou optar pela subscrição no site que garante a entrega em casa de uma escova de dentes nova, a cada três meses. A marca, criada por um grupo de amigos – que já tem também cotonetes e palhinhas reutilizáveis em bambu –, já se vende em 40 países, com o Reino Unido a liderar o mercado de exportação.

Estreantes no Primavera são também a Kate Skateshop que, além de skates de marca própria (a partir €40), tem camisolas, casacos impermeáveis e corta-ventos, e a Pop Store, a loja online de cultura pop que participa, pela primeira vez, num festival de música. Para o Parque da Cidade, optaram por trazer t-shirts (€15/uma, €20/duas), bonés, jogos e baralhos de cartas com temáticas de filmes, séries e jogos.

Descobrem-se ainda ideias tão criativas como as peças customizadas por um grupo de senhoras com mais de 50 anos da Vintage for a Cause (sob a orientação de Katty Xiomara), a roupa vintage para homem da Chiclete, os CD’s e vinil da Tubitek e as tatuagens da Nervo Tattoo (a partir €50).

Os skates e camisolas da portuense Kate Skateshop

Os skates e camisolas da portuense Kate Skateshop

Lucilia Monteiro

Nos Primavera Sound > Parque da Cidade, Porto > 7-9 jun, qui-sáb a partir das 17h > €60