Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

O Gosto dos Outros... Rui Massena

Sair

Com o terceiro álbum a sair ainda este ano e uma série de concertos com a Rui Massena Band agendados, o compositor, maestro e intérprete, com 45 anos, partilha aqui os seus lugares de eleição

Rita Carmo

1. Passeio Marítimo, em 
Vila Nova de Gaia

Vai muito ao Parque da Cidade do Porto, mas é no passeio marítimo de Vila Nova de Gaia que diz viajar “em cima da areia com o mar agressivo e a brisa fresca e um pouco agreste”. “Não é pela praia, até porque gosto da marginal sobretudo fora do verão”.

2. Praça de Santiago, em Guimarães

“A cidade de Guimarães são as pessoas, o povo tem memória e continua a construir memória”, diz. Na Praça de Santiago, Rui Massena tocou ao vivo Bolero, de Ravel, com a extinta Fundação Orquestra Estúdio.

3. Estádio do Dragão, no Porto

O músico partilha com os dois filhos as memórias de ir à bola com o pai. “Sou sócio desde que nasci, tal como os meus filhos. É uma ligação afetiva que vai muito além do futebol”, diz.

4. Estúdio de Música 
Rui Massena, no Porto

“Criei a escola para partilhar as minhas experiências”, conta o compositor que, embora não dê aulas, colabora nas atividades do Estúdio de Música que fundou. “É preciso ter mundo, subir ao palco, aprender e depois a passar aos outros.”

5. Ilha da Madeira

Foi onde esteve 12 anos como maestro titular e diretor artístico da Orquestra Clássica, marca o início da sua carreira. “É um Portugal muito diferente, generoso”, confessa.

6. Berliner Philharmoniker, em Berlim

“É a sala que trouxe uma mudança simbólica à orquestra, que passou a tocar no centro. E é também aquela onde fui mais vezes ouvir ensaios de grandes nomes.” Entre eles, os maestros Karajan e Claudio Abbado. Todos os anos, Rui Massena regressa a Berlim.