Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

O MAAT faz um ano e dá-nos festa durante dois dias

Sair

Três novas exposições, uma noite com o dj Moullinex e um dia inteiro de atividades com entrada livre são os presentes que o MAAT – Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia, em Lisboa, preparou para assinalar o primeiro aniversário. A festa começa esta quarta-feira, 4, às 23 horas, na Project Room

MAAT – Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia, em Lisboa, celebra um ano de atividade

MAAT – Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia, em Lisboa, celebra um ano de atividade

Fernando Negreira

Três novas exposições, uma noite e um dia inteiro de festa assinalam, esta quarta e quinta, dias 4 e 5, o primeiro aniversário do MAAT Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia, em Lisboa.

Na Galeria Oval, Bill Fontana, compositor e artista norte-americano, pioneiro em experiências com som, apresenta Shadow Soundings, uma instalação imersiva de som e vídeo que traz ao MAAT os sons em direto da Ponte 25 de Abril. Com esta obra, Fontana alia, pela primeira vez, a dimensão sonora à componente de video live streaming, com recurso a cinco pontos de projeção, onde são mostradas perspetivas únicas da Ponte e do rio Tejo, e ângulos desconhecidos das sombras dos veículos em movimento. A curadoria é de Pedro Gadanho, diretor do MAAT, e a exposição prolonga-se até 12 de fevereiro de 2018.

Um dos ângulos da Ponte 25 de Abril integrados na exposição Shadow Soundings

Um dos ângulos da Ponte 25 de Abril integrados na exposição Shadow Soundings

Na sala Central 2, está Quote / Unquote. Entre Apropriação e Diálogo, o terceiro momento de Perspetivas | Coleção de Arte Fundação EDP, uma série de exposições que mostram diversos olhares curatoriais na coleção de arte da Fundação EDP. Dividida em torno de três subnúcleos: Arquivo e Quotidiano, Espacialidade e Política e Imagem e Narrativa, a mostra (patente até 5 de fevereiro de 2018) apresenta uma seleção de obras da coleção de arte da Fundação EDP, onde estão artistas como Pedro Calapez, Ângela Ferreira, Fernando Calhau, Nuno Cera, Mauro Cerqueira, José Pedro Croft, Diogo Evangelista e Ana Jotta.

Por último, na Sala das Caldeiras expõe-se The Nomadic City of Camela, uma animação encomendada pelo MAAT a Luís Lázaro Matos, para a presente edição do Artists’ Film International, um programa dedicado à exibição de vídeos, filmes e animações realizados por artistas de várias zonas do mundo e que o museu à beira Tejo integra pela segunda vez. A exposição, com curadoria de Daniela Agostinho, inclui um conjunto de filmes em torno do conceito de “colaboração”. Para ver até 30 de abril do próximo ano.

Além das exposições, as comemorações deste primeiro aniversário vão ganhar outros sons, imagens e movimentos, a partir das 23 horas, quando a música eletrónica de Moullinex começar a soar na Project Room do MAAT. Neste espetáculo inédito, o dj e produtor Luís Clara Gomes, aka Moullinex, apresenta o seu terceiro álbum Hypersex, numa Project Room transformada em pista de dança e ocupada por vários objetos artísticos e documentais produzidos por designers gráficos, artistas e ilustradores, como Bráulio Amado, João Pedro Vale, Lorde Mantraste, Sonja ou Mauro Ventura.

Depois da atuação ao vivo, que contará com convidados especiais como Ghetthoven e com a performance Velvet N'Goldmine, de Aurora Pinho, a noite segue com uma maratona de dj sets até às oito horas da manhã.

No dia seguinte, quinta-feira, 5, as comemorações prosseguem com um Open Day, com entrada gratuita no MAAT e na Central Tejo e várias atividades. A Project Room recebe três filmes especialmente escolhidos para a ocasião: Delírio de Las Vedras, de Edgar Pêra (2017), Ano Branco, de Luiz Roque (2013), e A Voyage of Growth and Discovery, de Michael Smith & Mike Kelley (2009). Ao meio-dia e às 16 horas, há visitas às novas exposições Quote/Unquote e Artists' Film International, respetivamente; às 15 horas decorre a visita Percurso Monumental, onde se descobre o passado e o presente da produção energética, e para as crianças (às 16h) foi organizada a oficina Sons Desenhados. O dia encerra com uma conversa entre o artista Bill Fontana e a produtora criativa e escritora Ariane Koek.

O primeiro ano de MAAT em números:

– + de 500 mil visitantes

– 23 exposições

– 442 artistas expostos

– 137 artistas portugueses

– 305 artistas internacionais

– 22 publicações editadas

MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia > Av. Brasília, Central Tejo, Lisboa > T. 210 028 130 > qua-seg 11h-19h > €5 e €9 (MAAT+ Central Tejo)