Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Em Coimbra, o Condomínio Criativo é uma casa cheia – do sótão ao jardim

Sair

Um antigo prédio de Coimbra, que já serviu de consultório e habitação, é agora um lugar para todas as artes. Bem-vindos ao Condomínio Criativo

Lucília Monteiro

Quase não se dá por ela, quando se atravessa a movimentada Avenida Sá da Bandeira, em Coimbra, mas quando subimos a escadaria de pedra e percorremos o corredor, um mural assinado por vários artistas deixa antever a Casa das Artes Bissaya Barreto – e o espírito colaborativo que ali reina. A associação cultural Condomínio Criativo, criada há três anos, é quem dá vida a esta casa que já foi consultório e habitação, seguindo uma gestão idêntica ao condomínio de um edifício. “Não funciona como um arrendamento, mas todos os que aqui estão participam nas despesas”, salienta Alexandre Lemos, especializado em dramaturgia contemporânea e programador artístico da Fundação Bissaya Barreto (FBB), proprietária da casa.

Lucília Monteiro

As salas do segundo piso, onde acontecem workshops, aulas de ioga para miúdos e graúdos (com Miriam Jorge) e de dança contemporânea e criativa (com Rita Grade), são partilhadas com escritórios de designers, arquitetos, programadores de software, videastas e companhias de teatro (a Marionet e a Camaleão). O projeto, lembra Alexandre Lemos, existe “para ser uma estrutura dos próprios criativos e para partilhar recursos”. “O objetivo é proporcionar um espaço de fruição criativa que não existia na cidade, que sirva tanto de local de trabalho como de programação para o público”, diz o programador artístico, sublinhando que isso já acontece com outras estruturas culturais da FBB, como o Portugal dos Pequenitos e a Casa Museu Bissaya Barreto. A Condomínio Criativo tem, pois, uma “missão cultural e social”, acrescenta.

O sótão é outro sítio especial. Nas noites de quinta, juntam-se ali os aficionados de jogos de tabuleiro e de cartas – tornou-se a sede dos Boardgamers da cidade – onde qualquer um pode entrar e jogar “até às tantas”. “São uma parte importantíssima da casa”, considera Alexandre Lemos, “a programação é sempre feita por proximidade com os criativos e agentes culturais”. Daí que sejam bem aceites as propostas que ali venham bater à porta. No ano passado, a Condomínio Criativo juntou mais de 4600 pessoas em mais de 20 iniciativas mensais, entre matinés com música eletrónica, sessões de cinema, conversas sobre viagens e aulas de línguas. É estar atento à agenda.

Lucília Monteiro

O jardim do Condomínio Criativo, nas traseiras, está a ser renovado e deverá reabrir em julho, a tempo de receber uma série de concertos de verão, ao ar livre, às sextas e aos sábados.

Condomínio Criativo > Casa das Artes Bissaya Barreto > Av. Sá da Bandeira, 83, Coimbra > T. 239 090 515