Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

O Gosto dos Outros... Mariana Duarte Silva

Sair

Este sábado, 6, há festa para comemorar o terceiro aniversário do Village Underground Lisboa. Fomos saber por onde gosta de andar a fundadora deste cowork que junta ainda cafetaria e sala de espetáculos e festas, dentro do Museu da Carris, em Alcântara

Mariana Duarte Silva

Mariana Duarte Silva

António Bernardo

1. Praia da Creiro, Setúbal É a praia onde vai todos os anos, desde pequena, e onde encontra sempre amigos. “Nos últimos tempos, tenho descoberto outros paraísos além-fronteiras, como a ilha Gili Meno em Lombok, na Indonésia, ou a praia Hirikiteya, no Sri Lanka.”

2. Treino Para manter a cabeça equilibrada e uma hérnia “muito chata” no lugar, Mariana semanalmente com um personal trainer. “Descobri o Pedro Borges há dois anos e nunca mais o larguei – apesar de ter vontade de o fazer sempre que acabo um treino! Para compensar o esforço regalo-me com um momento só meu, em que desligo o telemóvel (eu consigo!): uma massagem pelas mãos da Rosamaria, pessoa essencial na minha vida há 15 anos.”

3. Restaurante Bota Sal, Lisboa Abriu há um mês em Campo de Ourique, onde Mariana mora, pelas mãos da equipa do Sal, o bar de praia na Comporta. “Tiveram o cuidado de manter o ambiente e o carisma do tradicional Bota Velha, mas elevaram a fasquia com uma sopa de peixe que é de morrer por mais e um serviço de 6 estrelas. Além de ir a pé lá jantar, há sempre a surpresa de encontrar um ou dois amigos à mesa”, conta.

4. Second Home, Lisboa “Tenho orgulho em ter estado no projeto deste novo cowork e de ter conhecido o Rohan, o seu fundador”, afirma. “Apesar de já não colaborar com eles a tempo inteiro, fiquei da ‘família’ e posso sempre lá ir trabalhar, aproveitar os workshops ou simplesmente ficar à conversa no bar com a Lucy, gestora do Second Home. Aquelas plantas todas inspiram-me!”

5. Em casa “Gosto de sair à noite, beber um bom mojito e dançar, mas cada vez mais prefiro estar em casa, com amigos, a ouvir música, que vamos descobrindo e trocando entre todos, e a conversar. Com ou sem miúdos à mistura”, diz Mariana, que tem três filhos.

6. Village Underground Lisboa As festas no Village Underground “são as melhores de Lisboa”, onde tanto pode acontecer uma noite de dancehall, como de techno. “A equipa começa a preparar-se, bebendo umas cervejas na esplanada, petiscando qualquer coisa na cafetaria e segue para a festa, aqui no meio dos contentores ou na nova sala.”