Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

A bordo do comboio Vila Joya Douro, como reis e senhores

Sair

O Comboio Presidencial vai sair do Museu Nacional Ferroviário, para viajar pela linha do Douro, com cozinha requintada a bordo pela mão de Dieter Koschina. A primeira partida está marcada para esta quarta-feira, 6

Durante a viagem do Vila Joya Douro, as refeições vão ser servidas em loiça Vista Alegre, os vinhos serão da Niepoort e os aventais aparecerão personalizados pela Bainha de Copas. Mas há mais boas “marcas” portuguesas a bordo: por exemplo, os sabonetes Castelbel

Durante a viagem do Vila Joya Douro, as refeições vão ser servidas em loiça Vista Alegre, os vinhos serão da Niepoort e os aventais aparecerão personalizados pela Bainha de Copas. Mas há mais boas “marcas” portuguesas a bordo: por exemplo, os sabonetes Castelbel

O chão continua alcatifado. Os sofás e as poltronas têm o mesmo tecido. Os candeeiros art deco, os armários que escondem lavatórios e até a cozinha em ferro (tachos de ferro incluídos) foram mantidos durante a recuperação deste comboio em tons de azul que nos faz recuar na História. Até à época em que a carruagem dos jornalistas ficava bem longe da dos chefes de Estado, o que facilmente se imagina porquê.

A cozinha servida a bordo está a cargo do chefe Dieter Koschina: haverá um menu de degustação de quatro pratos ao almoço e um de sobremesas a meio da tarde

A cozinha servida a bordo está a cargo do chefe Dieter Koschina: haverá um menu de degustação de quatro pratos ao almoço e um de sobremesas a meio da tarde

O produtor de eventos Gonçalo Castel-Branco apaixonou-se pelo Comboio Presidencial quando o visitou no Museu Nacional Ferroviário, no Entroncamento, sentindo “necessidade de organizar alguma coisa especial”. O resultado são dez viagens ao Douro (da Estação de S. Bento ao Pinhão), com cozinha servida a bordo pelo chefe Dieter Koschina, premiado com duas Estrelas Michelin, numa parceria com o hotel Vila Joya. O mesmo comboio que transportou Américo Tomás, Óscar Carmona e, antes disso, a Rainha Isabel II de Inglaterra, levará 60 pessoas em cada viagem, a uma velocidade de 70 km/hora, pretendendo ter “o luxo confortável” e a cozinha requintada do Vila Joya. O chefe austríaco, que estará presente em todas as viagens, servirá um menu de degustação de quatro pratos, ao almoço, e de sobremesas, a meio da tarde. No Pinhão, está prevista a visita à Quinta da Roêda, com provas de vinhos do Porto da Taylor's. A ideia de Gonçalo Castel-Branco não deve ficar por aqui, e poderá, segundo diz, ser replicada noutras partes do mundo.

Vila Joya no Douro > Estação de S. Bento, Porto > 6-10, 13-17 abril, qua-sáb 11h30-19h > €350/pessoa > www.vilajoyadouro.com