Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Sintra está em festa

Sair

A celebração dos 20 anos da classificação da Paisagem Cultural de Sintra como Património Mundial da UNESCO é motivo mais do que suficiente para uma visita à vila

A vila de Sintra foi o primeiro sítio europeu inscrito pela UNESCO como Paisagem Cultural. A distinção atribuída há 20 anos, a 6 de dezembro de 1995, é motivo para celebrar este domingo, 6, com uma iniciativa especial. A má notícia é que as inscrições esgotaram e quem não conseguiu um dos 1500 bilhetes já não terá o privilégio de participar nesta celebração. Do programa fará parte uma visita noturna, gratuita, ao Palácio Nacional de Sintra, concertos de música renascentista dos séculos XVI e XVII na Sala dos Brasões, localizada no ponto mais elevado do edifício, e um espetáculo de dança das épocas de D. João I e de D. Manuel I, com os intervenientes vestidos a rigor na Sala dos Cisnes, cenário histórico das festas e receções. A boa notícia, porque existe sempre uma (acreditamos nós), é esta data redonda ser motivo mais do que justificado para fazer um passeio pela vila de Sintra, o Castelo dos Mouros ou o Palácio da Pena, e terminar a visita com um doce travesseiro. É ou não é?

Palácio Nacional de Sintra > Lg. Rainha D. Amélia, Sintra > T. 21 923 7300 > 6 dez, dom 20h-24h

  • Refúgio na montanha

    Sair

    A casa que abrigou o rei D. Fernando II e a sua segunda mulher, Elise Hensler, foi recuperada e aberta há dois meses ao público. Para visitar em Sintra

  • No alto da serra

    Sair

    Com a recuperação da Abegoaria e a construção de cavalariças, a Quinta da Pena, em Sintra, tem uma nova atração: os passeios a cavalo e de charrete

  • Revisto e melhorado

    Sair

    No século XXI, o Castelo dos Mouros, em Sintra, tem todas as valências de uma infra-estrutura que se adaptou aos tempos modernos

  • Os palácios também vão para obras... mas ficam abertos

    Sair

    Na Pena e em Monserrate há vários processos de conservação e restauro em curso, mas as visitas continuam a ser possíveis. Observar os trabalhos in loco enriquece os conhecimentos dos visitantes e dá uma outra perspetiva "a estas casas de contos de fadas". Esta é uma iniciativa dos Parques de Sintra Monte da Lua, que se quer didática e diferente, feita entre andaimes, bisturis e estuques..