Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Rosés 2012, qualidade e frescura

Visão Se7e

  • 333

A crónica semanal do especialista da VISÃO, José António Salvador

Com este tempo que ameaça ser verão, embora um pouco instável, surgiram no mercado os primeiros rosés de 2012. Agradáveis para beber como aperitivo ou para acompanhar mariscos e saladas, merecem ser conhecidos a copo. Experimente.

Quinta do Monte d' Oiro Lybra rosé Regional Lisboa 2012 ***** - €7

Estamos em meados do ano e até agora foi o melhor rosé que bebi a acompanhar ostras do rio Sado. Com um aspeto muito feminino na sua cor de rosa, delicado nos aromas e na boca, com um grande equilíbrio (12,5% vol. álcool.) proporciona agradáveis sensações de frescura.

Quinta da Alorna rosé Touriga Nacional Tejo 2012 **** - €5,10

Não atingiu a excecionalidade de colheitas anteriores como as de 2010 e 2011, mas mantém um nível de qualidade muito bom: de cor vermelha, com aromas e sabores a frutos silvestres e framboesas surge com 13% de grau alcoólico.

 

 

 

Adega de Borba rosé Alentejo 2012 ***/**** - €2,99

Bonito à vista, perfumado nos aromas, equilibrado no álcool (12,5% vol.), é um rosé a que faltará um pouco mais de acidez, que o torne mais fresco. O Aragonês e o Syrah moldaram-lhe a cor, estrutura e sabores frutados.

Herdade do Esporão Vinha da Defesa rosé Regional Alentejano 2012 ***/**** -  €4,35

As mesmas castas do vinho anterior trouxeram um vinho diferente: cor de morango, sabores a framboesas e cerejas e com mais frescura apesar de ser mais alcoólico: 13,5 vol. álcool.

Monte da Ravasqueira rosé Regional Alentejano 2012 ***/**** - €4,80

Também neste rosé se mantém o Syrah (45% do lote final) a par da Touriga Nacional (dominante com 55%). Com 13% vol. álcool, exibe uma cor de cereja madura e oferece-nos sabores frutados correspondentes.