Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Os espumantes de Celso Pereira

Visão Se7e

  • 333

Crónica do especialista em vinhos da VISÃO, José António Salvador

O enólogo Celso Pereira tem desenvolvido um trabalho notável à frente das Caves Transmontanas, sediadas em Alijó. A bondade da sua trajetória profissional é atestada pela persistência de qualidade, colheita após colheita, dos espumantes com a chancela de Vértice elaborados desde a fundação da empresa em 1988, já lá vai quase um quarto de século.

Os espumantes Vértice ocupam na atualidade o podium olímpico dos melhores espumantes portugueses a par dos da Murganheira e dos novos Raposeira. E porquê? Porque qualquer deles se apresenta sucessivamente aos consumidores com uma consistência de qualidade indesmentível ao longo dos anos, a qual resulta em primeira instância da vinificação do vinho base.

Não são restos de vinhos não vendidos ou mal vinificados que vão para a garrafa para segunda fermentação; são vinhos feitos propositada e enologicamente com esse objetivo. Antes segue-se a seleção das castas; a seleção das uvas à entrada da adega na vindima; o tipo de prensagem e o mosto que segue ou não para a cuba de fermentação; e todo o processo de vinificação é bem diferente do que se faz para um vinho de consumo. Os quatro espumantes Vértice que o tempo me fez procurar, confirmam a seriedade de propósitos das Caves Transmontanas e do seu enólogo.

Vértice Espumante Douro Gouveio Bruto 2005 ****

Falta-lhe um pouco mais de acidez e elegância para atingir a excecionalidade.

Vértice Espumante Douro Cuvée Reserva Bruto 2009 *****

Aromas e sabores vinosos que nos proporcionam uma grande sensação de frescura; espuma fina e constante.

Vértice Espumante Douro Rosé Bruto 2010 *****

Bonito, fresco, frutado, espuma persistente, em grande forma este rosé que tem na Touriga Franca a sua base essencial.

Vértice Espumante Douro Millésime Bruto 2007 *****

Sabores a frutos secos e boa estrutura. Bem afinado em cave, testemunho da mestria de Celso Pereira.