Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

O Circuito do Amor

Visão Se7e

Esconderijos para se viver o amor intensamente

Haverá zona da cidade de Lisboa que guarde nas suas memórias tantas histórias de amor, e pecado, encontros e desencontros? Aceite a nossa sugestão e passe o Dia dos Namorados, na Pensão Amor, no Cais do Sodré. Apresentamos ainda um circuito alternativo, para desfrutar nas primeiras horas do dia, ao acordar...

Há muitos anos, o bairro do Cais do Sodré servia de "porto de abrigo" a muitos marinheiros que aqui chegavam de todo o mundo, em grandes navios, à procura de mantimentos e diversão.

Mas nem sempre terá sido essa a principal fonte de rendimento desta zona.

Por este edifício pombalino, construído na época pós-terramoto, inicialmente para habitação, passaram vários tipos de "inquilinos". É, porém, com a chegada dos milhares de homens fardados que se gera uma nova dinâmica e consequente má conotação. Para satisfazer as necessidades dos embarcadiços, abriram-se lojas, restaurantes e também os bares, a maioria com os nomes dos portos dos locais de origem de onde chegavam os barcos: Jamaica, Tóquio e Roterdão. Com esta gente, "sedenta" de diversão, chega também a prostituição e com ela a necessidade de arranjar alojamentos.

Por isso, uma série de edifícios foram transformados em "pensões de alta rotação", de aluguer à hora, que serviam para este tipo de práticas. Até que um dia os navios deixarem de vir e os marinheiros procuraram outros destinos, deixando o Cais do Sodré "perdido" e abandonado...

A esta "má sorte" seguiram-se outros capítulos, todos povoados por novas "personagens". A Pensão Amor é um bom exemplo da história atual do Cais do Sodré.

Entrada da Pensão Amor pela Rua Nova do Carvalho

Entrada da Pensão Amor pela Rua Nova do Carvalho

"Não alugamos quartos para dormir"

Se os apaixonados estão à espera de passar aqui toda a noite, desenganem-se. Podem sim, passar uma boa parte dela, aproveitando para se divertirem e descobrirem os diversos espaços que compõem a Pensão Amor. Mas quando chegar a hora de dormir, aceite a sugestão de José Carlos Queirós Carvalho, 46 anos, administrador da empresa Mainside Investiments (VER CAIXA) e reserve quarto no hotel vizinho. Agora que está esclarecido, vamos contar-lhe o que aqui se passa.

"Pegar num edifício que tem uma história, uma vida e um passado e dar-lhe um uso diferente" foi um dos principais objetivos da empresa Mainside Investiments, responsável pelo projeto

da Pensão Amor. Por isso, diz-nos José Carlos, "quando comprámos o edifício há um ano e tal, foi necessário beber o que ele tinha, respeitando toda a sua história, mas adaptando-o a um uso diferente", acrescenta. Manteve-se a mesma atividade de pensão, alugando os quartos, desta vez não a marinheiros e prostitutas, mas a outro tipo de clientes. Este engenheiro clarifica: "A ideia foi selecionar pessoas engraçadas e pô-los numa espécie de caldeirão todas a fervilhar umas com as outras". Qualquer pessoa pode alugar estes quartos? A resposta parece óbvia: "Não alugamos quartos para dormir, nem para empresas, mas sim para projetos ou para pessoas extraordinárias, que os transformam em gabinetes de trabalho." Como em qualquer outro hotel, pousada ou hostel, foi necessário criar áreas comuns, de conforto e de partilha, que esta terça-feira, dia 14, "recebem" uma programação especial para os casais apaixonados. Assim, pelas janelas da pensão vão chover corações que convidam, a quem os receber, a fazer uma declaração de amor (a partir das 23 horas). Na sobreloja Clandestino será apresentado o espetáculo Mironescópio: a Máquina do Amor, pelo Teatro das Marionetas (às 19 e às 21 horas). Se escolher entrar pela Rua do Alecrim, número 19, fica logo a conhecer o bar que surpreende com uma decoração burlesca, animado nesta noite por um dueto musical (das 13 às 3 horas da madrugada).

Para os mais destemidos, aconselhamos uma paragem na sala do varão e a participação nas demonstrações de dança sensual (entre as 18 e as 22 horas). Uns passos à frente encontra-se a loja erótica Purple Rose, que vai marcar presença no lançamento do segundo número da rapsódia erótica A contorcionista, Calendário, com a oferta de preservativos.

Estas são algumas das atividades "amorosas" marcadas para este dia...

As outras ficam ao seu "critério".

Perder-se por Lisboa

José Carlos Queirós Carvalho, 46 anos, administrador da empresa Mainside Investiments, um dos responsáveis pela implementação do Projeto Pensão Amor, sugere um roteiro para o Dia dos Namorados

1. Iniciar o dia ao ar livre, num dos mais belos jardins de Lisboa, a Tapada das Necessidades, um espaço por explorar, com as suas vistas para o rio Tejo.

2. Descer até Alcântara, para um passeio e visita ao espaço da Lx Factory, almoçando num dos seus restaurantes e aproveitando para beber um café na Livraria Ler Devagar, eleita recentemente como uma das 20 mais belas livrarias do Mundo (pelo site Flavorwire).

3. Em seguida, uma visita ao bairro do Cais do Sodré que pode começar por um lanche ajantarado saudável no Sol e Pesca (uma antiga loja de conservas transformada em bar), onde pode provar as melhores conservas portuguesas.

4. Depois uma subida e visita à Pensão Amor que vai ter um conjunto de atividades pensadas especialmente para o Dia dos Namorados

5. Por fim, marque reserva no vizinho hotel Lx Boutique Hotel (antigo Hotel de Bragança, localizado na R. do Alecrim, 12 T. 21 347 4394), com cada um dos seus pisos, dedicado a tema diferente: Tejo, Fernando Pessoa, Fado, Sete Colinas e Bairro Alto. Foi também aqui que Ricardo Reis, terá ficado alojado conforme aparece referenciado na obra de José Saramago O ano da morte de Ricardo Reis.

 

OUTROS ESPAÇOS PARA AMAR

Piso 1: Ler devagar com Amor, com obras para comprar e alugar de literatura erótica também se encontra em funcionamento.

Quarto 204: Mãos à Dobra, ajuda-o a fazer uma flor em origami para oferecer à sua cara--metade. Das 18 às 23 horas

Corredor do Piso 3: Amélie au Theatre em parceria com LeMiroIr, apresenta dicas de aconselhamento e imagem e open showroom de peças de roupa e acessórios (das 18 às 23 horas).

Quarto 302: Dress-a-Day: open showroom, com desconto de 30% de desconto em artigos selecionados. Oferta de rebuçados em forma de coração da marca Papabubble. Das 18 às 23 horas.

Quarto 303: Queer Lisboa: Lançamento da revista Little Joe (número 3) e venda do Vaso Coração de O Meu Amor é Verde (pelas 19 horas).

Quarto 305: Smart Lunch: Campanha Be a Smart Lover (Smart Box). Das 18 às 23 horas

Quarto 306: Transversal Editores: Concurso de frases ou textos sobre a temática Medo & Amor. Das 18 às 23 horas.

Quarto 309: Lifestories: Revelação de três histórias de amor de pessoas do bairro do Cais do Sodré (exposição). Das 18 às 23 horas

Quarto 312: Homem-Bala: Lançamento de teaser de divulgação dos hóspedes da Pensão Amor (Projeção vídeo)