Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

O alfaiate que desenha roupa para quem anda de bicicleta

Visão Se7e

  • 333

Uma marca de roupa específica para quem anda de bicicleta é a proposta de Geraldo Cirineu

Geraldo Cirineu, 27 anos, é o criador da Rasto, uma marca de roupa nacional que quer dar «um maior conforto e estilo nas pedaladas do dia a dia».
1 / 8

Geraldo Cirineu, 27 anos, é o criador da Rasto, uma marca de roupa nacional que quer dar «um maior conforto e estilo nas pedaladas do dia a dia».

Boné de ciclismo em sarja: €18,90.
2 / 8

Boné de ciclismo em sarja: €18,90.

Camisola de capuz com refletor atrás: €45,90
3 / 8

Camisola de capuz com refletor atrás: €45,90

Polo de 3 botões mais comprido atrás: €39,90
4 / 8

Polo de 3 botões mais comprido atrás: €39,90

Camisa com bolsos atrás e mangas mais compridas: €54,90.
5 / 8

Camisa com bolsos atrás e mangas mais compridas: €54,90.

Jeans: €69,90
6 / 8

Jeans: €69,90

Jeans com cinco bolsos, cinta mais subida nas costas: €69,90
7 / 8

Jeans com cinco bolsos, cinta mais subida nas costas: €69,90

Geraldo Cirineu é formado em design de moda e natural da Gafanha da Encarnação, Aveiro, onde as bicicletas fazem parte da rotina do diária.
8 / 8

Geraldo Cirineu é formado em design de moda e natural da Gafanha da Encarnação, Aveiro, onde as bicicletas fazem parte da rotina do diária.

A Rasto acaba de fazer um ano. É a única marca nacional de roupa dedicada a dar "um maior conforto e estilo nas pedaladas do dia a dia", como a define o seu criador Geraldo Cirineu, 27 anos.

Formado em design de moda e natural da Gafanha da Encarnação, Aveiro, onde as bicicletas fazem parte da rotina do diária, cria jeans, bonés, camisas, calças a pensar em quem conduz... uma bicicleta.

Um nicho de mercado em crescimento nas novas culturas urbanas. "Corte e tecidos são pensados para o ciclista", explica o criador que, além de desenhar, também confeciona, à mão, as peças.

A Rasto aposta em peças invulgares como camisas com bolsos traseiros (para facilitar a acessibilidade do condutor), mangas mais compridas, calças com refletores nas dobras e ligeiramente mais subidas atrás. Por agora, a coleção é apenas para homem, mas Geraldo não esconde que quer pensar, um dia destes, no público feminino.

Estas e outras peças de cyclewear estão disponíveis em http://www.facebook.com/rasto.pt ou em http://rasto.tictail.com. Ou ainda, em Lisboa, na RodaGira (R. da Misericórdia, 14, Espaço Chiado) e Mimosa da Lapa (R. da Bela Vista à Lapa, 92).

Em março, por altura do lançamento da nova coleção primavera/ verão, deverá encontrá-las também na Velo Culture, em Matosinhos. Moda para ciclistas urbanos e não só.