Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Na Murganheira produz-se o melhor espumante português

Visão Se7e

  • 333

A crónica semanal do especialista da VISÃO, José António Salvador

As Caves da Murganheira, que iniciaram esta semana as vindimas, continuam o seu percurso de qualidade nos espumantes que produzem. Foi na década de 90 do século passado, que se afirmaram no panorama vinícola nacional e colheita após colheita mantêm esse rumo de exigência desde a vinificação do vinho base à segunda fermentação em garrafa nas mais belas caves de granito (azul) existentes em Portugal. "O estilo do espumante do sec. XXI", declarou-me Orlando Lourenço numa das últimas visitas que fiz àquelas caves, "será sempre o que resulta das melhores frações das vinificações do vinho base, onde predominará a acidez total elevada, e onde os aromas intensos e frescos serão o resultado primordial." Os três espumantes hoje apreciados inscrevem-se neste estilo.

Murganheira Touriga Nacional Espumante Bruto Távora-Varosa DOC 2007 ***** - €14,76

Continua a ser o melhor espumante português que conheço, tal como já sucedera com as colheitas de 2003 e 2005. Não é por acaso que não é declarado todos os anos. A sua excecionalidade exige uvas tintas da casta Touriga Nacional de qualidade excecional, vinificadas em branco de forma rigorosa. O estágio em cave prolonga-se por alguns anos antes do "dégorgement". Sublime no frutado intenso dos aromas e sabores em harmonia com a espuma fina, delicada e constante.

 

Murganheira Espumante Super Reserva Bruto Távora-Varosa DOC 2007 ****/***** - €9,23

A casta Tinta Roriz, vinificada em branco entra no lote do vinho base deste espumante com Malvasia Fina e Cerceal, que nos revela espuma sedosa e aromas e sabores a frutos secos (pinhão).

Murganheira Espumante Reserva Bruto Távora-Varosa DOC 2008 **** - €8,24

Um trio de castas brancas Malvasia Fina, Cerceal e Gouveio Real moldam este espumante. A sua espuma fina e bem formada sublinham a sensação de frescura na boca.