Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

"Ruby": O novo disco de Macy Gray

Livros e discos

A voz rouca da cantora norte-americana, Macy Gray, está de volta no disco Ruby

DR

Natalie Renée McIntyre, nascida em 1967, no Ohio, EUA, e conhecida no mundo inteiro como Macy Gray, desde que se estreou nestas andanças musicais no final do século passado, nunca foi celebrada pelas suas inovações e transgressões musicais.

Numa carreira com altos e baixos (na sua vida pessoal, sim, houve espaço para “transgressões”, sobretudo ligadas ao abuso de drogas), o seu argumento forte foi continuamente a interpretação aguerrida e a entrega à tradição, sempre renovada, de cantoras de soul e de R&B. E já se sabe que, neste campeonato em particular, a experiência de vida − e os ecos dessa experiência na voz − conta muito. Ruby é o disco de uma sobrevivente que sabe bem o que está a fazer.

Em várias faixas enérgicas (Buddha, com Gary Clark Jr., Sugar Daddy ou a jazzy Jealousy...), faz-nos pensar num tosco provérbio: “O que não mata engorda.” A idade está a fazer bem a Macy Gray.