Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

O disco "Fábulas" dos Reis da República é a boa pop cantada em português

Livros e discos

O disco de estreia dos Reis da República, "Fábulas", supera o que já se esperava do grupo. No dia 31, apresentam-no no Café Casa da Música, no Porto

Tiago Freire

Tiago Freire

DIRETOR DA EXAME

O grupo juntou-se em 2014 e é formado por seis jovens amigos de Lisboa: Madalena Tamen, Luís Ogando, Bernardo Sotomayor, Gonçalo Bicudo, José Sarmento e Tomás Lobão

O grupo juntou-se em 2014 e é formado por seis jovens amigos de Lisboa: Madalena Tamen, Luís Ogando, Bernardo Sotomayor, Gonçalo Bicudo, José Sarmento e Tomás Lobão

Ana Paganini


Os jovens Reis da República já nos tinham presenteado com músicas e concertos surpreendentes, e é chegada a hora do disco de estreia. Este Fábulas confirma as promessas já feitas anteriormente e supera até o que se esperava. A matriz é a boa pop cantada em português, mas há muito mais do que isso dentro deste disco, que nunca é óbvio. O eixo da pop suporta toques subtis de jazz, rock, blues, folk e até um nostálgico e delicioso prog, por via das teclas quase geek de José Sarmento.

À frente está a voz de Madalena Tamen, que junta frescura e ingenuidade em doses iguais, numa combinação que se torna irresistível. É apenas o primeiro disco dos Reis da República, mas, se já são tão musicalmente livres e ousados nesta fase, ficamos à espera do que ainda terão para nos oferecer. Para já, é altura de desfrutar de Fábulas, a companhia ideal para os últimos dias de sol.