Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Hot Clube de Portugal

Visão Se7e

  • 333

O novo Hot continua a funcionar na Praça da Alegria, já não na lendária cave do número 39, mas numa nova sede, agora situada nos números 47 e 49.

Quarto Cortadoria Nacional de Pelo.
1 / 5

Quarto Cortadoria Nacional de Pelo.

Quarto FEPSA.
2 / 5

Quarto FEPSA.

Quarto Heliotêxtil
3 / 5

Quarto Heliotêxtil

Quarto Helsar.
4 / 5

Quarto Helsar.

Quarto Museu de Chapelaria.
5 / 5

Quarto Museu de Chapelaria.

A 22 de Dezembro de 2009, um incêndio, deflagrado no topo do edifício, destruiu por completo a sede do mais antigo clube de jazz da Europa, reduzindo a cinzas grande parte da História (e histórias) do jazz português.

Mas, no início do ano passado, o Hot Clube de Portugal regressou à vida. Tal como o anterior, o novo Hot continua a funcionar na Praça da Alegria, já não na lendária cave do número 39, mas numa nova sede, agora situada nos números 47 e 49. "Fica apenas duas portas abaixo", precisa Inês Cunha, a presidente da direção do Hot Clube.

Fundado por Luís Villas-Boas em 1948, o clube mudou-se em 1954 para a cave da Praça da Alegria. Por aí passaram gerações de músicos portugueses e gigantes do jazz como Count Basie, Dexter Gordon, Dizzy Gillespie, Pat Metheny e Sarah Vaughn, que ajudaram a construir a reputação daquele que, já no século XXI, viria a ser considerado pela prestigiada revista de jazz americana Downbeat um dos 100 melhores clubes de jazz do mundo.

O novo espaço, para além de maior, conta ainda com camarins, casas de banho para deficientes e um pátio para concertos ao ar livre. "O velho Hot Clube era resultado de diversas adaptações, feitas ao longo de décadas. O novo tem a vantagem de ter sido construído de raiz, é um edifício que faz a ponte entre o passado e o futuro", explica Inês.

HOT CLUBE DE PORTUGAL Pç. da Alegria, 47 e 49 Lisboa T. 21 361 9740 www.hcp.pt Concertos de terças a sábado